Geral

Foto: Divulgação Mutirão realizou mais de 10 mil atendimentos Mutirão realizou mais de 10 mil atendimentos

A equipe do Mutirão da Cidadania realizou em Colméia nos dias 13 e 14 de maio, um total de 9.817 atendimentos beneficiando 1.428 pessoas, com serviços de expedição de documentos, palestras educativas, orientações sobre os benefícios do INSS e casamento comunitário.

Dos atendimentos, foram registrados 804 solicitações de CPFs, 714 Carteiras de Identidade e 351 Carteiras de Trabalho. No setor saúde, foram realizados 106 procedimentos odontológicos, 72 aferições de pressão e aplicação de vacinação.

Nas palestras, 382 pessoas participaram das orientações do Procon sobre o direito do consumidor, 238 pessoas participaram da ação de esclarecimento sobre o uso das drogas, 226 pessoas procuraram orientações sobre os benefícios do INSS e 405 pessoas participaram das atividades esportivas.

A dona de casa Maria José Silva Pereira, 48 anos, residente na Fazenda Marília, em Colméia, procurou o Mutirão do Sub-registro para consultar sobre o caso do seu esposo que recebia o auxílio-doença e na semana que foi dispensado do benefício, foi picado por uma cobra e estava no hospital. Ela foi orientada e solicitar o novo auxílio-doença.

Silvana Francisca dos Santos, 36 anos, residente em Pequizeiro, levou os seus filhos e sobrinhos para tirar os documentos. Para ela, a ação foi importante porque estava sem condições para pagar pelos documentos.

Cícero Claudino da Silva, 52 anos, residente na zona rural de Itaporã, foi tirar a Carteira de Identidade e CPF. “Achei a oportunidade excelente, porque Colméia fica perto da minha cidade, a 23 km, e precisava regularizar os meus documentos”.

O Mutirão do Sub-registro foi realizado em Colméia nos dias 13 e 14 de maio, em frente ao Ginásio de Esportes e atendeu também os moradores de Itaporã, Pequizeiro e Goianorte. O Mutirão da Cidadania ou do Sub-registro é uma realização do Governo do Estado desenvolvido pela Secretaria da Cidadania e Justiça em parceria com o Governo Federal por meio da Secretaria Especial dos Direitos Humanos.

São parceiros da ação, a Secretaria do Esporte, a Secretaria de Segurança Pública – Setor de Identificação, prefeituras municipais, Cartório de Registro Civil, INSS, entre outros.

Fonte: Assessoria de Imprensa/ Seciju