Geral

Foto: Divulgação Reis rebate críticas ao partido Reis rebate críticas ao partido

Em entrevista ao Conexão Tocantins na tarde desta terça, 18, o presidente estadual do PMDB, deputado federal Osvaldo Reis comentou sobre as críticas da deputada estadual do PR Luana Ribeiro que disse que os deputados estaduais da sigla são “frouxos” na Assembléia legislativa durante a manhã.

“Quem sabe essas pessoas que chamam o PMDB de frouxo não vão dizer amanhã que o PMDB é um partido forte”, disse o deputado completando que não vai entrar em questões pessoais. Reis conta que o projeto do partido para as eleições está incomodando alguns líderes de outros partidos. “Não somos inimigos de ninguém nesse Estado”, disse.

Ao salientar que a sigla está preparada para enfrentar o pleito de outubro, o deputado voltou a frisar que o pré-candidato, governador Carlos Henrique Gaguim é que está à frente do processo eleitoral. À ele cabe mobilizar as lideranças, bem como prefeitos e vereadores do partido. “Eu estou presidente mas quem comanda é o governador”, frisou.

Questionado sobre o papel do PMDB no processo eleitoral de outubro, Reis disse que a legenda está trabalhando junto aos partidos aliados para o pleito. A convenção da sigla para escolha dos candidatos e homologação da candidatura do deputado será no dia 26 de julho.

União no partido

Reis disse que trabalha para a união da sigla inclusive do deputado federal Moisés Avelino e do presidente da Associação Tocantinense de Municípios, prefeito de Santa Fé do Araguaia, Valtenis Lino. Sobre a garantia de legenda para Avelino que tentará reeleição, Reis disse que os convencionais é que irão decidir.

O deputado disse que trabalha pelo entendimento entre os membros. Sobre as razões do apoio dos membros para o ex-governador Siqueira Campos (PSDB), Reis diz que o deputado tem razões pessoais. “Ele não está traindo o partido, ele se manifestou”, disse completando ainda que não pode tirar as razões dele.

Veja a entrevista do deputado ao Conexão: