Geral

Foto: Divulgação Agrônomo explica como cultivar área para a alimentação dos animais em Filadélfia Agrônomo explica como cultivar área para a alimentação dos animais em Filadélfia

Nos municípios tocantinenses de Goiatins e Filadélfia, o Consórcio Estreito Energia (Ceste) instalou mais duas Unidades Demonstrativas (UDs) do Programa de Apoio à Comunidade Lindeira e à Produção Familiar de Subsistência. Durante um dia de campo, os lindeiros participantes (pequenos proprietários de terras remanescentes à área do futuro reservatório e cadastrados no programa) conheceram as experiências que estão ocorrendo nas fazendas Buritirana (zona rural de Goiatins) e Canto Bom (do povoado de Inhaúma, Filadélfia) nas culturas de melancia e de pequenas aves (frango caipira), respectivamente.

A gerente de Projetos Econômicos do Ceste, Cassandra Gelsomino Molisani, explica que, nessas duas Unidades Demonstrativas, os projetos estão em fase de implantação. “Os proprietários começaram a receber orientação técnica para que possam incrementar as suas culturas”, diz “O que fazemos é orientar para que o resultado do trabalho desses produtores seja potencializado”, destaca.

Em Goiatins, na Fazenda Buritirana, os pequenos produtores observaram as técnicas corretas de plantio de melancia, assim como o adubo certo, a forma correta de enterrar a semente e a periodicidade para regá-la e mantê-la livre das pragas, por exemplo. “Estou muito feliz. Não só eu como muitos aqui terão ampliadas suas lavouras e, com isso, poderemos também comercializar o excedente e garantirmos uma renda extra”, disse Domingos Barbosa, proprietário da fazenda Buritirana.

Galinha Caipira

Em Filadélfia, Orlando Medeiros Filho, proprietário da Fazenda Canto Bom, também vive a expectativa de incremento na sua produção de galinha caipira. Hoje, ele vende cerca de 50 unidades por mês e, a partir da sua participação no projeto, a estimativa é de que o aumento dessa produção supere os 60%.

As ações sugeridas pela equipe técnica do Programa de Apoio à Comunidade Lindeira e à Produção Familiar de Subsistência ao proprietário da fazenda Canto Bom passam pela forma de produção, acomodação e alimentação dos animais. Atualmente, Orlando Medeiros Filho cria os frangos e galinhas de modo extensivo (solto), alimentando-os puramente de milho.

Fonte: Assessoria de Imprensa UHE Estreito