Polí­tica

Foto: Divulgação Ex-deputado federal Freire Júnior conta com apoio de mais de 100 lideranças políticas Ex-deputado federal Freire Júnior conta com apoio de mais de 100 lideranças políticas

O ex-deputado federal Freire Júnior (PSDB) em entrevista ao Conexão Tocantins na manhã desta terça, 25, disse que ainda não foi comunicado sobre a indicação do deputado federal Vicentinho Alves (PR) na segunda vaga ao Senado do grupo da União do Tocantins.

Freire diz que está decepcionado com a falta de discussão sobre o assunto com os membros do grupo. “Estou profundamente decepcionado, não pelo resultado mas pela forma que foi feito”, disse. O ex-deputado que concorria à vaga disse que a decisão foi tomada apenas pelo pré-candidato Siqueira Campos (PSDB) e pelo coordenador de campanha, Eduardo Siqueira.

“Eles estão acostumados a fazer isso, resolvem entre si ele, o pai e o divino espírito e vem trazer o bolo pronto para nós”, disse Freire. O deputado disse ainda que essa atitude lembra a campanha de 2006 quando o vice Ronaldo Dimas (PR) foi escolhido apenas por Eduardo sem discutir com o grupo. “Isso lembra o filme de 2006”, conta.

Mero eleitor

Questionado sobre suas pretensões agora que possivemelmente não será o candidato ao Senado, Freire diz que será apenas um “simples eleitor” de Siqueira por entender que ele é o único capaz de cuidar do Estado. Sobre a possibilidade de ser suplente ao Senado ou tentar pela quinta vez uma cadeira na Câmara Federal, Freire foi irônico ao negar essas pretensões. “Você está brincando?”, indagou o deputado.

Convicção

Freire percorreu mais de 127 municípios do Estado trabalhando seu nome junto a lideranças do partido e dos aliados. O ex-deputado declarou recentemente ao Conexão Tocantins que tinha convicção de que ocuparia a vaga ao Senado.