Polí­tica

Foto: Dicom/AL Cacildo não definiu se tentará reeleição Cacildo não definiu se tentará reeleição

O deputado estadual Cacildo Vasconcelos (PP) em entrevista ao Conexão Tocantins na manhã desta segunda, 7, afirmou que se for mesmo oficializada a decisão do PP de compor com o PMDB e indicar a ex-prefeita de Araguaina, Valderez Castelo Branco para vice do governador Carlos Henrique Gaguim (PMDB) ele acompanhará a sigla.

“Vamos com certeza acompanhar o partido”, afirmou. Cacildo no entanto disse que ainda não recebeu confirmação do presidente regional da sigla, deputado federal Lázaro Botelho com relação à aliança com o PMDB.

O deputado lembrou a última reunião da executiva quando foi hipotecado o apoio para a pré-candidatura do ex-governador Siqueira Campos (PSDB) com a pretensão de indicar uma vaga na majoritária. “Todo mundo foi Maria vai com as outras e eu pedi calma para tomar a decisão”, afirmou.

Cacildo comentou também que vai comunicar sua decisão de apoio ao governador. “Ele será o primeiro a saber em consideração pelo tratamento que ele tem me dado como parlamentar não podia ser diferente”, disse.

A esposa do deputado Mariseth Vasconcelos deixou na última semana a secretaria Extraordinária de Políticas para as Mulheres onde assumiu a convite do governador. Os motivos, segundo divulgado, foram problemas de saúde.

Antes da vinda do PP para a base, Cacildo não tinha ainda divulgado apoio para as eleições e não descartava permanecer na base do governador mesmo cogitando a possibilidade de encerrar a carreira política.