Geral

Foto: Conexão Tocantins Alunos do Projovem fizeram manifestação pedindo benefícios Alunos do Projovem fizeram manifestação pedindo benefícios

Miracema do Tocantins foi o último município a receber a Caravana Acelera Tocantins na tarde desta sexta-feira, 18. Durante a assinatura dos convênios no gabinete do prefeito o governador Carlos Henrique Gaguim (PMDB) criticou o ex-governador Siqueira Campos (PSDB) ao mencionar o impasse na doação das bicicletas para os pioneiros.

“Todos os compromissos nos municípios já estão sendo cumpridos menos as bicicletas que o ex-governador mandou prender”, disse. Gaguim alfinetou ainda os governos anteriores quando falou da realização da Caravana. “ Quando começamos ninguém acreditava, mas nenhum governador da existência do Estado fez um programa desses”, disse.

Gaguim frisou ainda que não deixará de trabalhar pelo município por questões políticas. “Não vou abandonar Miracema”, afirmou, citando também que a ponte que liga o município a Lajeado ficará pronta este ano. “Ainda vamos passar esse ano na Ponte da promessa”, disse.

Depois de várias especulações, o prefeito do município assumiu na última semana o apoio para a pré-candidatura do ex-governador Siqueira Campos (PSDB). Em seu pronunciamento aos presentes o prefeito agradeceu o governador pelos benefícios levados na Caravana. O gestor lembrou a ajuda do senador do PR, João Ribeiro, para as obras no município.

Manifestação

No final da sua fala, Evangelista alfinetou Gaguim. O prefeito disse que o governador virou as costas para o município. “Aqui se iniciou tudo, o Estado deve muito a Miracema”, disse. O gestor pediu também que Gaguim priorize Miracema.

Um pequeno grupo de alunos do Projovem Urbano fez uma mobilização com cartazes pedindo mais ações do governo para o programa. Os cartazes pediam uniforme, mais equipamentos e dizia ainda que o governo é ausente no município.

Uma das coordenadoras, Maria Joana disse ao Conexão Tocantins que são cerca de 100 alunos no programa que estão insatisfeitos. Ela negou cunho político na mobilização. “O Estado não está fazendo nada por Miracema, nós mesmos foi que fizemos os cartazes não tem nada a ver com o prefeito”, disse.

Gaguim fez discurso longo e crítico e chegou a afirmar que o grupo da União do Tocantins está desesperado. “Quando viram as coisas andando, começaram a desesperar”, disse.

O governador chamou os alunos que estavam com cartazes para subirem no palanque . “Deus vai punir os mentirosos e falsos políticos”, afirmou.

O governador em seu discurso voltou a criticar as gestões passadas e disse que faltou planejamento na construção da cidade. Com relação à manifestação, Gaguim mencionou aos presentes as conquistas na área da educação no seu governo. Gaguim disse que Miracema estava abandonada há 20 anos. O governador lembrou também a autoria do PSDB na Ação Direta de Inconstitucionalidade 4125 que pede a demissão dos servidores comissionados. Ao mencionar o assunto, Gaguim disse que  todos os comissionados estão trabalhando.

Stalin reafirma

O deputado estadual majoritário no município, Stalin Bucar (PR) aproveitou a solenidade para reafirmar o apoio ao governador. “Estou com o senhor e ninguém vai me fazer mudar”, disse, completando também que trabalhará 24 horas para a reeleição de Gaguim.

Como nos outros municípios, o governador foi recepcionado pelos Pioneiros Mirins e ainda por vários populares.