Geral

Foto: Aldenes Lima

Secretaria de Recursos Hídricos e Meio Ambiente (SRHMA), promoveu na manhã desta sexta-feira (18), um Seminário para debater o Plano Diretor de Uso das bacias dos rios Balsas e São Valério. O seminário visa promover o uso ordenado das demandas hídricas das bacias, respeitando as questões ambientais e evitando conflitos de interesses entre os usuários dos recursos hídricos em questão.

Segundo o coordenador de Recursos Hídricos e Meio Ambiente da SRHMA, Aldo Araújo Azevedo, o Plano está em fase de elaboração de prognóstico dos setores usuários, o que significa levantar todos os projetos a serem desenvolvidos nestas bacias até o ano de 2025 e estudar a viabilidade dos mesmos. “Trouxemos todos os usuários destas bacias, para que apresentem suas intenções e projetos para que assim, tenhamos condições de determinar ou não a execução de cada um”, afirma.

Para Eduardo Lana, coordenador técnico do Plano, o estabelecimento das visões de futuro em relação a estas bacias, é de extrema importância. “Com esta prospecção, termos condições de atender as demandas dos usuários e as demandas ambientais destas bacias, promovendo o uso sustentável das mesmas. Com as informações que teremos hoje, neste seminário, encontraremos elementos necessários para fazermos até mesmo as possíveis intervenções que possam existir no futuro”, enfatiza.

Usuários

São usuários dos recursos hídricos das bacias dos rios Balsas e São Valério, a SRHMA, Secretaria Estadual de Industria e Comércio, Secretaria Estadual de Agricultura Pecuária e Abastecimento, Secretaria Estadual de Planejamento, Agência de Desenvolvimento Turístico do Tocantins, Instituto Natureza do Tocantins, Agência de Saneamento do Tocantins, Federação das Indústrias do Tocantins, Companhia de Mineração do Estado do Tocantins, Departamento Nacional de Produção Mineral, Enel, Agência Nacional de Energia Elétrica, Renova Energia e o Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade.

O Plano

O plano está sendo elaborado pela empresa contratada pelo Governo do Estado - Consórcio NKLAC-OIEAU - e tem como objetivo fazer um levantamento técnico das atividades hídricas a serem desenvolvidas na região. Conforme a apresentação feita pelo engenheiro Luiz Gustavo, esse documento deve orientar o Estado, seus agentes econômicos e a sociedade em geral para o uso, controle e proteção das águas da bacia.

Fonte: Assessoria de Imprensa Secretaria de Recursos Hídricos