Geral

Foto: Divulgação

O ex-governador e candidato ao senado na chapa do governador Carlos Henrique Gaguim (PMDB), Marcelo Miranda, discursou em tom inflamado na convenção estadual do PMDB na noite desta quarta-feira, 30, no Paço Municipal de Palmas.

Miranda destacou em seu discurso as qualidades do ex-secretário de governo da capital, Darci Coelho (PT), que, depois da reunião do seu partido nesta tarde, agregou a chapa governista. “Gostaria de destacar este companheiro que foi o primeiro vice-governador do estado”, completou.

Marcelo, lembrando de seu segundo mandato, no qual foi eleito pelo seu atual partido, afirmou que foi ele, ao lado dos atuais correligionários que iniciaram “um processo de respeito ao cidadão”. alfinetando seu antecessor no governo do Estado, Siqueira Campos (PSDB), candidato oposicionista ao governo do Estado.

Pedindo apoio ao governador

Durante sua fala, Marcelo afirmou que é muito “gostoso andar por este Estado”. De acordo com ele, tem caminhado por todo o Tocantins pedindo apoio à candidatura à reeleição do governador. “Para que nós continuemos tendo o apoio total do presidente Lula”, completou.

Presidente Lula

Marcelo Miranda, durante seu discurso, destacou a todo momento as qualidades do presidente da república. Ainda levantando o nome do presidente, Marcelo afirmou que um dos principais privilégios do governador, nesses nove meses de governo, foi conhecer o governante da Nação. De acordo com o ex-governador, Lula “é um dos homens mais preparados do mundo” para governar um país.

Cabeça erguida

Depois de ter seu mandato cassado em setembro de 2009, Marcelo Miranda permaneceu por um longo período afastado do cenário político estadual. No entanto, o ex-governador afirmou que está animado para a campanha que inicia no próximo mês. “Este ano vocês terão um Marcelo Miranda vibrante”, exclamou.

Segundo Miranda, mesmo depois da queda que sofreu após sua cassação, este ano ele retorna à política de cabeça erguida. “Isso tudo me engrandece. Estou aqui de cabeça erguida para dizer que sou candidato”, completou.

Suplência no senado

Ao final do seu discurso, Marcelo Miranda convocou seus dois suplentes ao senado á frente do palanque para apresentá-los ao público. Os dois nomes que substituirão Marcelo, caso necessário são o do ex-deputado Deodoro Pedrosa, como primeiro suplente e de seu pai, Brito Miranda como segundo nome. “Este é um presente que um filho dá ao pai”, destacou.