Polí­tica

Foto: Philipe Bastos

Em entrevista ao Conexão Tocantins durante a convenção estadual do PMDB na noite desta quarta-feira, 30, o ex-governador e candidato ao senado, Marcelo Miranda (PMDB) afirmou que, após o acerto com o PT, o próximo passo da coligação governista é acertar as agendas políticas com os novos aliados.

O ex-governador destacou que o momento agora é de colocar em prática os projetos políticos que foram firmados durante o período de pré-campanha. “Agora chegou o momento de dar continuidade aos planos”, completou.

Coligação com o PT

Com a chegada do ex-prefeito de Porto Nacional, Paulo Mourão (PT) à majoritária do governo, o nome do senador Leomar Quintanilha (PMDB) teve que dar lugar à união com os petistas. Marcelo destacou que o senador Leomar tem feito um excelente trabalho à frente do congresso nacional, na representação do Tocantins. “Quero, primeiramente, demostrar a minha gratidão ao senador Leomar, por tudo que tem feito pelo Tocantins”, afirmou.

O ex-governador destacou, no entanto, que a chegada de Mourão à senatória peemedebista, vem acrescentar mais peso à candidatura de Carlos  Henrique Gaguim (PMDB). De acordo com Miranda o ex-prefeito tem muita experiência na Câmara Federal e no executivo, como prefeito da cidade de Porto Nacional.

Coligação no Estado segue Nacional

Com a chegada do PT à coligação governista, o Tocantins segue os rumos que a política nacional tem seguido, com a aliança entre PT e PMDB. Para a Presidência da República, esta aliança se repete com as figuras da ministra Dilma Rousseff (PT) e do deputado Michel Temer, presidente nacional do PMDB na cabeça de chapa ao Planalto.