Geral

Foto: Fabiola Dias

O presidente do Naturatins – Instituto Natureza do Tocantins, Stalin Júnior promoveu na tarde desta quinta – feira, 2, uma reunião com o presidente da Adtur- Agência de Desenvolvimento Turístico do Estado, Ruberval França e com os técnicos das duas Instituições. A pauta do encontro concentrou-se na portaria nº 412 publicada no Diário Oficial desta quarta-feira, 30, que adota medidas que visam à conservação e proteção do pato mergulhão (octosetaceus) na região do Jalapão.

Na reunião foram discutidos o manejo sustentável do rio visando a proteção da espécie, a além da fiscalização no período de reprodução do pato que vai de junho a setembro no perímetro do Rio Novo.

Ficou definido no encontro que órgão irá realizar um parecer técnico em cima dos estudos realizados pelo Instituto para definir um outro local para modalidade raffing. O parecer vai subsidiar a Adtur na autorização das atividades ecoturisticas no rio.

“A portaria é uma medida preventiva que tem como objetivo promover a conservação dos recursos naturais do Estado. Mesmo fora do período reprodutivo da espécie qualquer outra atividade no rio deve ser procedida com autorização do Naturatins”, destacou Stalin Júnior.

Participaram do encontro o diretor de Biodiversidade e Áreas Protegidas, Antônio Santiago, coordenador de Áreas Protegidas, Fabrizio Fonseca e os técnicos do órgão Marcelo Barbosa e Gino Machado e o técnico da Adtur Antônio Malan, além do presidente do Fórum Estadual de Turismo, Lúcio Flávio Adorno.

Histórico

Desde julho de 2007, o Instituto desenvolve, no PEJ – Parque Estadual do Jalapão, o projeto de monitoramento e conservação do animal com objetivo de garantir a sobrevivência da espécie ameaçada de extinção. O trabalho de proteção do pato-mergulhão consiste em levantamento populacional, monitoramento dos locais de ocorrência da espécie e o acompanhamunento dos casais no período reprodutivo.

Fonte:Assessoria de Imprensa/ Naturatins

Por: Redação

Tags: Adtur, Roberval França, Stalin Júnior