Polí­tica

Foto: Divulgação

O pré-candidato ao Senado do PT, Paulo Mourão foi mantido na majoritária da coligação “Força do Povo”, encabeçada pelo governador Carlos Henrique Gaguim (PMDB). Após reunião na noite desta quinta, 1º, os membros da reunião desconsideraram as denúncias feitas pelo candidato ao Senado, Vicentinho Alves (PR) com relação à possíveis tentativas de Mourão para negociar a candidatura.

“A Executiva compreendeu que estas notícias não apresentam elementos que possam modificar a decisão já tomada pelo Partido dos Trabalhadores”, consta na nota encaminhada pelo presidente em exercício, Herlan Torres.

Mourão se explicou com a executiva e chegou ainda a afirmar que vai processar o deputado Vicentinho pelas declarações.

NOTA

A Executiva Estadual do PT se reuniu na noite desta quinta-feira, 1º, e ratificou as candidaturas proporcionais a deputado estadual e federal do Partido para as eleições, sendo 33 candidatos a Deputado (a) Estadual, e 4 candidatos a Deputado (a) Federal.

Na reunião, o candidato ao Senado pelo PT na coligação Força do Povo, Paulo Mourão, esclareceu aos membros da Executiva sobre as notícias veiculadas na mídia tocantinense nesta quinta.

A Executiva compreendeu que estas notícias não apresentam elementos que possam modificar a decisão já tomada pelo Partido dos Trabalhadores. Quanto a acareação entre os envolvidos, a Executiva considera que o fórum adequado é a justiça e não a instância dirigente do Partido.

A Executiva Estadual do PT, eleita democraticamente pelo voto direto dos filiados no PED - Processo de Eleições Diretas 2009, esclarece ainda que estatuariamente, é a instância que responde pelas decisões do partido.

A Executiva lembra aos companheiros filiados que antes de externarem suas opiniões sobre o partido devem se inteirar dos fatos nas instâncias deliberativas do PT.

HERLAN TORRES

Presidente do PT em exercício