Polí­tica

Com o fim das convenções partidárias, as coligações devem agora seguir o calendário eleitoral aprovado pelo Tribunal Superior Eleitoral. O prazo para o registro de candidatos majoritários e ainda proporcionais se encerra nesta segunda, 5. As candidaturas devem ser apresentadas pelas coligações no Tribunal Regional Eleitoral até o fim da tarde.

Nesta segunda se encerra ainda o prazo para que os tribunais divulgem a lista dos gestores que tiveram contas rejeitadas no entanto o Tribunal de Contas do Estado já divulgou na semana passada. O prazo para a análise do registro das candidaturas pode ser prorrogado até dia 10.

A aprovação das candidaturas será divulgada em setembro. Já nesta terça, 6, já podem começar a veicular a propaganda eleitoral no rádio e na televisão.

Na quarta-feira, 7, é o último dia para os candidatos que não tiveram seus registros feitos pelos partidos encaminharem requerimento ao TSE solicitando a candidatura.

Os partidos e Tribunais eleitorais devem se reunir no dia oito de julho com o intuito de elaborarem as regras para a utilização do horário eleitoral gratuito. Na ocasião será elaborado ainda o plano de mídia nos veículos de comunicação.

Até dia 19 de julho os comitês financeiros devem ser registrados, já os suplentes de senadores têm até quatro de agosto para registro.

Conforme ainda o calendário, os partidos devem discriminar as receitas de campanhas até dia seis de agosto. A propaganda eleitoral gratuita começa assim, de fato em 17 de agosto.

Já no dia 25 de agosto todos os registros de candidaturas devem ser julgados pelo TSE até os que foram impugnados.