Polí­tica

Foto: Divulgação/Senado

O senador e candidato a deputado federal Leomar Quintanilha (PMDB) aposta na transferência de apoio dos prefeitos do PMDB para conseguir se eleger para federal no pleito de outubro.

Em entrevista ao Conexão Tocantins na manhã desta quarta-feira, 21, o senador afirmou que sua base eleitoral será os 37 prefeitos do partido. “Eu vou fazer esforço para percorrer municípios privilegiando os prefeitos do PMDB “, frisou.

Quintanilha comentou ainda que os nomes para federais no PMDB são competitivos. Atualmente a sigla tem na Câmara Federal, Osvaldo Reis e Moisés Avelino. E para este ano o presidente da Assembleia Legislativa, Júnior Coimbra entrou também para a disputa além de Quintanilha.

“É um sinal que o PMDB tem grandes valores”, afirmou sobre a disputa. Quintanilha conta que sua estratégia será buscar votos em todos os municípios, inclusive no Bico do Papagaio, região onde Reis é majoritário em quase todos as cidades. “Nenhum candidato absorve todos os votos do municípios”, afirmou.

O candidato Carlos Henrique Gaguim (PMDB) que encabeça a coligação Força do Povo afirmou que pretende eleger seis ou sete deputados federais.

Ficha Limpa

Quintanilha comentou também sobre a candidatura do ex-governador Marcelo Miranda (PMDB) ao Senado. Para o peemedebista Marcelo conseguirá manter a candidatura mesmo com a cassação pelos ministros do Tribunal Superior Eleitoral e com a aprovação do projeto Ficha Limpa.

“Isso é uma hipótese, a lei não alcança o Marcelo tenho certeza que ele poderá ser candidato assim como eu serei para federal”, afirmou.