Polí­tica

Foto: Divulgação Valtenis Lino, presidente da ATM e Fontoura, vice-presidente da entidade Valtenis Lino, presidente da ATM e Fontoura, vice-presidente da entidade

A Associação Tocantinense de Municípios vai entregar neste sábado, 30, o resultado de uma pesquisa interna realizada com os 112 prefeitos filiados sobre as ações da Caravana Acelera Tocantins que foi realizada em todos os municípios pelo governo do Estado.

Apenas as prefeitas de Luzinópolis e de São Bento não responderam os questionários sobre a liberação de recursos e entrega de benefícios que foram assinados pelo governador Carlos Henrique Gaguim (PMDB) durante a passagem pelos municípios.

Em entrevista ao Conexão Tocantins, o presidente da ATM, prefeito Valtenis Lino (PMDB) afirmou que depois de receber o resultado a entidade vai reunir a diretoria para avaliar os principais pontos. “Os prefeitos já estão ligando para saber o resultado e estão cobrando também o resultado”,a firmou.

A entidade vai estimar em números o que já foi cumprido pelo governo. “Aí é que vamos saber se o governo queria apenas fazer política e ficar conhecido ou resolver realmente os problemas das prefeituras”, frisou o presidente.

A pesquisa foi questionada por alguns prefeitos ao Conexão Tocantins que alegavam que o intuito do questionário era fazer uma sondagem política sobre a satisfação dos gestores com o governo, o que foi negado pelo presidente. “Não misturamos as coisas, isso é uma avaliação da ATM sem cunho político”, frisou. Valtenis mesmo sendo do PMDB apoia o ex-governador Siqueira Campos (PSDB) na disputa pelo governo.

Embora negue cunho político, Valtenis afirmou que vários prefeitos estão “ameaçando” deixar a base do governo em função de compromissos não cumpridos através do Acelera Tocantins.

liberação de benefícios

O Conexão Tocantins entrou em contato com o secretário de governo, Carlos Braga na manhã desta sexta para tratar do assunto. Braga, que foi responsável pela organização da Caravana afirmou que o governo está cumprindo tudo o que foi prometido.

“As ações de combate à dengue e limpeza na cidade, por exemplo, todas já foram feitas bem como as máquinas nas estradas”, afirmou. Com relação ao transporte escolar, segundo Braga, 90% dos municípios já receberam um ônibus do governo.

Sobre a entrega de ambulâncias ele ponderou que a demora é devido à problemas da fábrica que não estão, segundo ele, “dando conta de entregar os veículos”.Essa semana, conforme Braga informou foram entregues 19 ambulâncias.

Sobre a liberação de emendas parlamentares o secretário argumentou que o Estado está atendendo a demanda de acordo com a receita e o orçamento.

Durante a passagem pelos municípios, o governador assinou ainda convênios para a construção da clínica da mulher em cada município. Braga afirmou que o governo está cumprindo dentro do estimado com as liberações dos convênios e negou privilégio político com os prefeitos da base.

“Hoje de cada dez prefeitos oito apoiam o governo mas não estamos deixando de atender nenhum”, frisou.