Geral

MEC (Ministério da Educação) vai apurar de que maneira informações sobre inscritos ao Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) dos anos de 2007, 2008 e 2009 ficaram disponíveis na internet. Era possível acessar os número de CPF (Cadastro de Pessoa Física), RG e de inscrição, além do nome da mãe de candidatos inscritos nos anos de 2007, 2008 e 2009.

Essas informações foram retiradas do ar por volta das 17h desta terça-feira, 3. O MEC foi avisado pelo jornal O Estado de S. Paulo sobre o problema.

O banco de dados é de responsabilidade do Inep, autarquia da ministério responsável pelo Enem. O acesso a essas informações deveria ser restrito às instituições de ensino superior interessadas em utilizar a nota dos inscritos para processos de seleção e vestibulares. Os dados deveriam estar protegidos pela exigência de uma senha das faculdades e universidades.

Segundo a assessoria de imprensa do MEC, um usuário comum dos sites do Inep não chegaria a essas informações facilmente. Apenas quem soubesse como fazer uso técnico desses dados conseguiria acessá-los, caso de escolas e faculdades. Segundo texto do jornal O Estado de São Paulo, a equipe foi informada por técnicos de uma escola de 1º e 2º graus da Grande São Paulo.

Segundo informações obtidas pelo Portal UOL, o MEC vai apurar de que maneira essas informações ficaram acessíveis sem que fosse pedido o login e a senha do usuário.

 

Da Redação com informações do Portal Uol

Por: Redação

Tags: ENEM, Ministério da Educação