Polí­tica

Foto: Divulgação

O secretário de governo, Carlos Braga (PMDB) em entrevista ao Conexão Tocantins rebateu as críticas do prefeito de Santa Fé do Araguaia e presidente da Associação Tocantinense de Municípios, Valtenis Lino (PMDB) ao programa Acelera Tocantins realizado pelo governador Carlos Henrique Gaguim nos municípios do Estado.

Valtenis afirmou nesta terça-feira, 10, que os prefeitos não aprovam o programa e que os benefícios ainda não chegaram na maioria deles. “Ele está falando em causa própria, terá que provar pois a oposição hoje não chega nem a 30 prefeitos”, disse o secretário.

Braga, que foi um dos principais responsáveis pela organização do programa, criticou ainda a forma como Valtenis está conduzindo a entidade, segundo ele, colocando interesses políticos à frente da ATM. “Ele não representa mais a maioria e tem que parar de usar o nome da ATM”, afirmou.

Pesquisa sobre Acelera

Como adiantado pelo Conexão Tocantins hoje a entidade divulgará o resultado de uma pesquisa feita com os prefeitos filiados e pretende acionar os órgãos de fiscalização alegando ação eleitoreira por parte do governador com a realização da Caravana.

Braga contestou a insatisfação dos prefeitos. “As ambulâncias estão sendo entregues e os ônibus também, o governador tem compromisso com os 139 municípios e os prefeitos já demonstraram que aprovam essa metodologia de administrar”, pontuou o secretário.

No entanto, Braga não soube estimar qual a porcentagem de prefeituras que já foram contempladas com os benefícios do Acelera. Segundo a pesquisa feita pela ATM, são mais de 50%, conforme as informações.

“Ele tem que se preocupar com o município dele e não esquecer de administrar lá, e parar de se preocupar com o governo”, disse Braga sobre o aliado que mesmo sendo do PMDB apoia o ex-governador Siqueira Campos (PSDB).