Polí­tica

O Suas - Sistema Único de Assistência Social vem sendo implementado no Estado do Tocantins desde 2005 com ações que firmam a Assistência Social como política pública.

Para comemorar esses cinco anos de Suas a Secretaria do Trabalho e Desenvolvimento Social realiza no próximo dia 25 a partir das 8 horas no Auditório da OAB o encontro com gestores e técnicos da assistência social dos 139 municípios com palestras ministradas por representantes do Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome, Conselhos, Colegiados e Fóruns ligados à área.

Em cinco anos do Sistema são visíveis as mudanças ocorridas no Tocantins. Os 139 municípios aderiram ao Sistema, que viabilizou a implantação de 112 Cras (Centros de Referência de Assistência Social) e 21 Creas (Centros de Referência Especializados de Assistência Social). Nesses locais são realizados serviços socioassistenciais que atendem as famílias. Os Serviços estão organizados por níveis: Proteção Social Básica; e Proteção Social Especial de Média e Alta Complexidade.

O assistencialismo tem sido deixado para trás e programas e projetos de atenção às famílias em situação de vulnerabilidade social tem sido base para essa grande mudança. As famílias são acompanhadas por profissionais como assistentes sociais e psicólogos.

Os técnicos do Sistema passam por orientações e capacitações realizadas pela Setas periodicamente, além disso outras formas de incentivos tem facilitado a implementação do Suas nos municípios. É o caso do ‘Selo Suas – Selo recebido município desenvolvido’, que estimula o município a adequar a sua documentação para a garantia dos recursos da assistência social. Com o Selo foram premiados em 2010, 45 municípios.

No Tocantins, dos 139 municípios, 38 estão na Gestão Inicial do Sistema, onde os municípios iniciam o recebimento dos recursos dos programas sociais da União; 100 estão na Gestão Básica, nível em que o município assume a gestão da proteção social básica na Assistência Social, e um na Gestão Plena, nível em que o município tem a gestão total das ações de Assistência Social.

Mais da metade das demandas dos municípios passam pela assistência social e isso exige atenção, recursos e equipamentos públicos para o atendimento social de crianças e adolescentes, pessoas com deficiência, idosos, gestantes, em situação de vulnerabilidade social e insegurança alimentar e nutricional, é isso que propõe o Sistema Único de Assistência Social.

Fonte: Assessoria de Imprensa/ Setas

Por: Redação

Tags: Assistência Social