Estado

Foto: Carlos Humberto/STF Para presidente do STF, situação representa a última fronteira da indignidade Para presidente do STF, situação representa a última fronteira da indignidade

A situação de caos no sistema prisional do Tocantins é alvo de apuração do Conselho Nacional da Justiça (CNJ). Um relatório é elaborado pelo CNJ que numa das inspeções realizada na casa de detenção de Tocantinópolis flagrou um preso amarrado junto a uma árvore.

Em entrevista ao jornal O Globo, publicada domingo, 30, o presidente do Supremo Tribunal Federal e do CNJ, Cezar Peluso, considerou o fato "estarrecedor". Ele afirmou ainda que a atitude é "inominável" e remete à "barbárie". Segundo ele, isso representa a "última fronteira da indignidade".

O jornalista Jailton de Carvalho, de O Globo, acompanhou as inspeções nas cadeias de Dianópolis, Natividade, Porto Nacional, Gurupi e Figueirópolis. Na reportagem, há relatos de dramas e reclamação dos presos sobre a higiene e condições das unidades.

Clique neste link e leia a matéria na íntegra