Estado

A Defensoria Pública do Estado do Tocantins, através do NADEP – Núcleo de Assistência e Defesa ao Preso, prestará atendimentos psicossociais aos presos e familiares nas cidades de Gurupi e Cariri, entre os dias 13 e 16 de setembro.

Os atendimentos serão realizados pelo psicólogo Fernando Dotoli e a assistente social Luzilene Dias Pereira, no dia 13, na Casa de Prisão Provisória de Gurupi e, no dia 14, no Centro de Ressocialização de Cariri.

Nos dias 15 e 16, os atendimentos serão feitos na Defensoria Pública de Gurupi, das 7h às 13h. Na ocasião, será distribuída uma cartilha contendo informações sobre prisão, execução da pena, direitos e deveres do preso até alcançar a liberdade.

Os serviços psicossociais itinerantes fazem parte do Projeto Assistência Jurídica Integral e Gratuita aos Presos e Familiares, resultado do convênio firmado entre o Ministério da Justiça, por meio da Secretaria de Reforma Previdenciária, e a Defensoria Pública do Estado do Tocantins, tendo como base as cidades pólo de Araguaína, Gurupi e Dianópolis.

De 20 a 23 de setembro, serão realizados atendimentos aos presos e familiares na cidade de Dianópolis.

Atendimentos

Em Araguaina, o psicólogo e a assistente social do NADEP prestaram 106 atendimentos a familiares, com suporte psicológico e estrutural; além da visita, in loco, aos presos em situação de fragilidade psíquica, na Casa de Prisão Provisória da cidade. Os atendimentos foram realizados entre os dias 23 e 26 de agosto, na Defensoria Pública de Araguaina.

Através do NADEP, foram também ministradas, em agosto, palestras para cerca de 40 contemplados pela ARAP – Associação de Apoio às Famílias e Recuperação do Ex-Presidiário, em Palmas, tendo como tema “Como funciona o NADEP e a Defensoria Pública na assistência ao preso e seus familiares?".

Fonte: Assessoria de Imprensa/Defensoria Pública