Polí­tica

Foto: Dicom/AL

O suplente de deputado e candidato a deputado estadual do PPS, Sargento Aragão confirmou ao Conexão Tocantins que não faz campanha para nenhum dos candidatos ao Senado.

O motivo, conforme ele explicou seria a falta de comunicação dos candidatos da coligação, ex-governador Marcelo Miranda (PMDB) e do petista Paulo Mourão. “Ninguém me procurou até agora”, frisou.

Nos bastidores correm especulações de que Aragão estaria prestes a declarar apoio para a candidatura do republicano, João Ribeiro da coligação Tocantins Levado a Sério, encabeçada pelo ex-governador Siqueira Campos (PSDB).

Sobre o assunto, Aragão negou mas afirmou que não tem restrição a nenhum candidato ao Senado. “Não tenho restrição a nenhum dos candidatos e nem obrigação de votar em ninguém que não me peça o voto”, disse.

Aragão disse que está aguardando uma orientação do governador Carlos Henrique Gaguim (PMDB). “Eu tenho um candidato a governador e faço o que ele disser”, afirmou.

Voto Casado

O governador Carlos Gaguim tem afirmado sempre nos palanques de comícios e reuniões que precisa do voto casado nos dois senadores da coligação. Para Aragão, somente esse pedido em público não é suficiente.

Vários candidatos do grupo de Gaguim estão negando apoio a Mourão e aderindo à campanha do senador João Ribeiro.