Polí­tica

Foto: Divulgação

Aconteceu na tarde desta segunda-feira, 13, reunião entre o governador e candidato à reeleição, Carlos Gaguim (PMDB), lideranças, candidatos e presidentes de partidos aliados. O evento foi realizado no Espaço Bella Datta e contou com nomes importantes do cenário político governista.

Estiveram presentes na reunião, todos os presidentes das legendas aliadas ao governador Gaguim em sua corrida ao Palácio Araguaia, além de grande parte de seus candidatos nas proporcionais.

O candidato ao senado pelo PT, Paulo Mourão foi o primeiro membro da majoritária a fazer o uso da palavra na tarde desta segunda. O ex-prefeito de Porto Nacional criticou atitude do senador João Ribeiro (PR) que vem sistematicamente utilizando o nome do presidente Lula (PT) e sua candidata à sucessão, Dilma Rousseff (PT). “Não podemos permitir que a oposição use do nome do presidente e de Dilma”, completou.

Depois de questionar atitude do senador em usar o nome de Lula, o candidato do PT questionou os recursos adquiridos pelo senador para o Tocantins.

Mourão finalizou seu discurso pedindo unidade entre os candidatos governistas e aproveitou a oportunidade para criticar a senadora Kátia Abreu (DEM). “Ela não conseguiu cumprir suas metas para o Estado do Tocantins”.

Vice-governador

O vice-governador, Eduardo Machado (PDT) abriu a reunião enquanto o governador não chegava. Em seu discurso, Machado destacou a importância de cada candidato não cometer “deslizes” na reta final da campanha. “Nós temos uma assessoria jurídica à disposição de vocês, todos podem consultar”, informou aos candidatos presentes.

O vice-governador afirmou ainda que todos dentro da coligação estão sendo monitorados pelos opositores através de canais como, por exemplo o Portal da Transparência. “Eles estão monitorando esses canais para usarem esses mecanismos contra nós”, alertou.