Polí­tica

Na última quinta-feira, 15, a coligação Força do Povo protocolou Representação Eleitoral no Tribunal Regional Eleitoral contra a candidatura de Siqueira Campos (PSDB) e outros membros da aliança. Outra pessoa apontada na ação governista foi a prefeita de Peixe, Neila Pereira (PSDB).

Conforme a Representação, no último dia 10 de setembro, a prefeita Neila transportava em uma ambulância do município materiais de campanha do candidato Siqueira Campos e do deputado federal Eduardo Gomes (PSDB). O flagrante foi realizado pela Polícia Militar, que fez um Boletim de Ocorrência (nº 149/2010) onde aponta que a prefeita carregava em seu colo 2.217 santinhos, 450 adesivos e um banner de 120x80 centímetros dos candidatos tucanos. Além da prefeita, estavam na ambulância seu filho, Paulo Sérgio Pereira Pinto, sua sobrinha, Fabiana Pereira do Nascimento, e o motorista Valmir Gonçalves do Carmo.

De acordo com o advogado da Coligação Força do Povo, Sérgio do Vale, a Lei das Eleições, artigo 73, proíbe a utilização de bem público em favor de candidato. “A Lei cita que é proibido aos agentes públicos ceder ou usar, em benefício de um candidato, partido político ou coligação, bens móveis ou imóveis pertencentes à administração pública”, afirmou ao advogado.

Segundo Sérgio do Vale, com base no Boletim de Ocorrência, o veículo é de propriedade do município e estava sendo dirigido por um motorista do quadro funcional da Prefeitura. “E o veículo usado deveria estar transportando doentes e salvando vidas, e não sendo utilizado para fins eleitorais”, destacou o advogado.

Fonte: Assessoria coligação Força do Povo