Polí­tica

Foto: Divulgação

O movimento Primeiras Damas formado pelas esposas dos prefeitos ligados à coligação Tocantins Levado a Serio esteve na noite da sexta-feira, 24, na cidade de Formoso do Araguaia, onde participou da inauguração do Museu dos Povos Indígenas da Ilha do Bananal e de reunião com mais de 400 mulheres.

As primeiras damas de Formoso do Araguaia, Cristina Rezende, e da Lagoa da Confusão, Karina Café Coelho, recepcionaram a esposa do senador João Ribeiro (PR) em Formoso do Araguaia. A esposa do deputado estadual José Geraldo, Khrisnna Melo, e outras lideranças locais, também estavam presentes.

Museu dos Povos Indígenas

No novo museu dos povos indígenas Javaé e Karajá, as representantes do movimento tiveram a chance de comemorar a criação de um espaço criado para divulgar a cultura indígena da Ilha do Bananal e diminuir a distancia entre as culturas branca e indígena, explicou o prefeito Pedro Rezende.

A reunião com as mulheres do município, realizado no Espaço Sertanejo, localizado a beira do Rio Formoso começou por volta das 20hs e terminou duas horas depois com o local ainda lotado. São mulheres, mães e avós, que deixaram seus lares para discutir conosco o futuro do Estado, explicou segundo Cinthia Ribeiro. Religiosas, as mulheres abriram a reunião com um cântico e terminaram com um Pai Nosso.

Em seu discurso, a primeira dama de Formoso do Araguaia revelou que "o município não consegue assinar sequer um convênio ou contrato com o governo do Estado há quase seis anos, desde que o atual grupo tomou conta do Palácio Araguaia". Todos os recursos que recebemos para investimento, vieram do governo federal, através do senador João Ribeiro (PR) e dos deputados Vicentinho Alves (PR) e Eduardo Gomes (PSDB), principalmente.

Karina Coelho, esposa do prefeito Café, defendeu maior participação das mulheres na vida política do Tocantins e convidou todas presentes para uma nova reunião, domingo no final da tarde, em Lagoa da Confusão. Nesta segunda-feira, 27, o grupo estará em Gurupi.

Fonte: Assessoria de Imprensa/ Movimento das Primeiras-damas