Geral

O Julgamento de João Batista Pereira de Sousa, acusado de violentar e matar o estudante Tiago Ferreira do Nascimento, que ocorreria nesta quinta-feira, 30, no Fórum de Palmas, foi adiado para o dia 30 de novembro deste ano, devido não ter sido concluído em tempo a perícia que havia sido solicitada pelo Ministério Público no dia 31 de agosto, data que ocorreria o primeiro Júri marcado.

A nova perícia foi pedida porque a acusação havia detectado a existência de tipologia de sangue diversa nas vestes da vítima. De acordo com o juiz titular da 1ª Vara Criminal de Palmas, Gil de Araújo Correa, o resultado da perícia é importante para que haja a maior quantidade de informações possíveis nos autos. Caso haja necessidade, a perícia não descarta a possibilidade de realizar a exumação do cadáver.

O novo julgamento marcado para novembro acontecerá a partir das 9 horas do dia 30 de novembro, no Salão do Tribunal do Júri.

Caso

Tiago Ferreira do Nascimento, que tinha 9 anos na época do crime, foi brutalmente assassinado no dia 30 de março de 2009, no Jardim Aureny III, em Palmas. João Batista Pereira de Sousa, réu no caso, era padrasto da vítima. Tiago foi morto com indícios de violência sexual e estrangulamento. Após ter sido morto, o corpo do menino foi jogado em um córrego represado.

Fonte: Assessoria de Imprensa Fórum de Palmas