Campo

Moradores dos assentamentos Sítio, Veredão e Serra do Taquaruçu, localizados em Palmas, comemoraram na última semana a entrega de suas casas construídas com recursos do Incra. Nesta primeira etapa, foram beneficiadas 49 famílias.

Nos próximos quinze dias, mais outras 20 habitações serão concluídas nos projetos de reforma agrária. Cada casa tem três quartos, sala, banheiro, cozinha e varanda, construída com recurso no valor de R$ 15.000.

Nos assentamentos Sítio e Serra do Taquaruçu, as famílias optaram pelo modelo padrão de 74m², enquanto no PA Veredão, as moradias têm área edificada de 80m². O Incra vai investir R$ 1.860.000 na edificação de 124 moradias nos três assentamentos.

O agricultor Dorival Emídio de Oliveira é um dos beneficiados no assentamento Sítio, onde trabalhou como ajudante na construção de sua residência. Com satisfação, ele afirma: “tenho 62 anos e nunca pensei na minha vida em morar numa casa igual a esta”.

As moradias são construídas com recursos do Programa de Crédito Instalação, cujo objetivo é promover a instalação e incentivar a permanência das famílias assentadas no campo, com a aquisição de alimentos, insumos agrícolas, ferramentas, materiais para a construção de moradias, preparo e plantio do solo.

A aplicação dos créditos nos três projetos é realizada pelos peritos federais agrários Geraldino Gustavo de Queiroz Teixeira e Nilza de Souza César. Geraldino Teixeira explica que o Incra orienta e conduz a aplicação dos recursos, que é realizada pelas famílias assentadas. No caso dos créditos produtivos (apoio inicial, fomento, adicional de fomento e apoio mulher) são elaborados projetos técnicos, que incluem análise, correção e adubação do solo, compra de insumos e ferramentas, além de priorizar o acesso à água, com a aquisição de manilhas para poço, bomba elétrica, carneiros hidráulicos, sistemas por gravidade e tubulação para garantir o abastecimento das famílias.

Em relação aos recursos destinados à aquisição de materiais de construção, os assentados são orientados quanto aos materiais, pesquisa de preço, recepção dos itens e técnicas de construção com o objetivo de fiscalizar e até auxiliar na edificação das moradias.

Fonte: Assessoria de Imprensa/INcra Tocantins