Polí­tica

Foto: Divulgação

O ex-senador Sadi Cassol (PT) pediu exoneração da Aguatins, autarquia criada no governo de Carlos Henrique Gaguim (PMDB) na qual ele estava à frente a três meses. Cassol, segundo informações, pode vir a ocupar a pasta de Orçamento Participativo da Prefeitura de Palmas que era ocupada pelo presidente regional do PT, Donizeti Nogueira.

Sadi deixou a presidência, segundo informações, devido à falta de recursos para trabalhar junto aos municípios, já que é uma autarquia nova ainda em fase de implantação.

O petista foi nomeado por Gaguim que tem ainda na estrutura de governo o vereador de Colinas do Tocantins, José Lauriano Júnior, que está à frente da Secretaria de Esporte.

Júnior foi o primeiro secretário indicado pelo PT, mais especificadamente pelo grupo do prefeito de Colinas, José Santana Neto.

O vereador deve deixar a pasta, segundo informações, para participar das eleições para a presidência da Câmara do município na qual ele é um dos nomes cogitados para disputar a presidência.

O secretário de Governo, Carlos Braga (PMDB) também deve deixar a pasta em novembro para retornar à Câmara de Palmas onde está sendo substituído pela colega de partido, Cirlene Pugliese.

Braga não pretende se candidatar à presidência da Casa mas precisa retornar para as eleições que acontecem em dezembro.

Faltando pouco mais de dois meses para o término do governo tampão de Carlos Gaguim, a equipe de governo já começa a preparar as contas para entregar a Casa em dia à equipe do governador eleito José Wilson Siqueira Campos (PSDB).

Joaquim Carlos Parente Junior que está à frente da secretaria de Juventude também deve deixar a pasta junto com os demais vereadores.

As pastas ficarão a cargo dos subsecretários até a entrada do novo governo.