Polí­tica

Foto: Antônio Gonçalves

Em entrevista ao Conexão Tocantins na manhã desta segunda-feira, 1º de novembro, o presidente regional do PT Tocantins, Donizeti Nogueira, destacou que eleição da ministra Dilma Rousseff (PT) à presidência da república, ontem, foi um marco para a história recente do Brasil.

Nogueira afirmou ainda que, muito mais do que a eleição da primeira mulher como presidente da nação, a eleição de Dilma representa a consolidação do projeto de governo do Partido dos Trabalhadores. “Tem uma coisa muito importante, que é a reeleição do projeto do PT, que é a consolidação de um sonho de que a classe trabalhadora tem condições de governar”, completou.

O presidente petista dedicou a vitória da ex-ministra da Casa Civil a todos os trabalhadores brasileiros, ao ressaltar a construção coletiva do projeto de governo proposta pelo partido para a campanha eleitoral de 2010. De acordo com Donizeti, “o PT ouviu a classe trabalhadora a todo o momento, através dos nossos seminários, e isso vem sendo devolvido em forma de políticas públicas”.

Relação entre governos

Sobre a futura relação entre os governos do Tocantins e o federal, o presidente petista informou que não acredita que haverão maiores complicações institucionais. Segundo ele, “qualquer governante com um mínimo de racionalidade não irá governar na oposição”.

Nogueira auferiu esta responsabilidade ao presidente Lula, que, segundo ele, devolveu a noção de República democrática ao Brasil. “A partir do presidente Lula, retomamos o republicanismo”.

De acordo com o presidente do PT, os governos deverão manter uma postura de cordialidade e colaboração pelos próximos quatro anos. “Respeitadas as diferenças, mas também as responsabilidades institucionais de Siqueira Campos com o povo do Tocantins, e da presidente Dilma com o povo do Brasil, eu acredito que tudo deverá correr com tranquilidade”, completou.

Representatividade do Tocantins

Com a eleição de Dilma Rousseff à presidência, o presidente afirmou que ainda não conseguiu parar para analisar a representatividade que o Tocantins terá no novo cenário político que está projetado para o ano que vem. “Acredito que continuará no mesmo patamar com os aliados e o PT mantendo o diálogo para trazer mais benefícios para o Estado”, completou.

Lembrando da primeira eleição de Marcelo Miranda (PMDB) para o governo, então pelo PFL (atual DEM) em 2002, mesmo ano da primeira eleição do presidente Lula, Donizeti informou que o PT no Estado deverá se manter na mesma postura de construção coletiva de políticas públicas de desenvolvimento social.