Esporte

O juiz Baldur Rocha Giovani, da cidade de Xambioá, decretou a prisão preventiva do agente de polícia Saulo Barros Borba, que atualmente responde como Chefe da Cadeia de Xambioá, norte do Estado.

A decisão atende a pedido do Ministério Público Estadual (MPE), em ação conjunta do Grupo Especial de Combate às Organizações Criminosas (Gecoc) e do Promotor de Justiça Caleb Melo.

Na última quinta-feira, 28, o MPE denunciou o agente Saulo Barros Borba pelos crimes de peculato, corrupção passiva e falsidade ideológica. Um dos motivos para a prisão preventiva é que após a denúncia o agente de polícia passou a fazer ameaças de morte aos detentos.

Fonte: Assessoria de Imprensa/ MPE