Saúde

Foto: Divulgação

Em entrevista ao Conexão Tocantins na manhã desta segunda-feira, 8, o deputado estadual, Marcelo Lelis (PV), informou que pretende levar à Assembleia Legislativa na sessão de amanhã, pronunciamento contendo propostas práticas de atuação por parte dos parlamentares com relação à situação do Hospital Geral de Palmas.

De acordo com o deputado, o HGP se encontra em uma situação bastante complicada por falta de estruturação física e de pessoal. “Muitos aparelhos quebrados, impossibilitando as pessoas de fazer operações”, informou, lembrando de um requerimento que ele mesmo já apresentou ao plenário da Casa de Leis, tratando de um instrumento usado no pré-operatório pra problemas na próstata.

Outro problema que o deputado afirmou chegar aos seus ouvidos pela população é a questão do atendimento aos pacientes no hospital. Segundo Lelis, pessoas estão precisando esperar em filas pelos corredores do HGP. “Falta condição de atendimento das pessoas, com filas nos corredores, pessoas sentadas no chão”, completou.

Problema se repete em outros hospitais

Segundo o parlamentar do PV, o problema de infra-estrutura e pessoal não é exclusividade do HGP. Marcelo Lelis informou que as mesmas reclamações tem surgido com relação a outros hospitais, como, por exemplo,o Dona Regina. “O Dona Regina também está de forma precária”, destacou.

Remediação

Lelis informou ao Conexão que estuda o regimento interno da Assembleia para buscar uma alternativa prática e imediata para começar a sanar os problemas com os hospitais de Palmas. Segundo ele, apenas pronunciamentos e apresentação de requerimentos ainda não são o suficiente. “Estou estudando o Regimento interno para pensar numa solução prática para o problema”, afirmou.

O deputado ainda lembrou que, mesmo faltando dois meses para o fim do mandato do governador Carlos Gaguim (PMDB), o problema na saúde pública do Estado é imediato. De acordo com ele, “dois meses é uma eternidade para quem espera por uma cirurgia”.