Polí­tica

Foto: Divulgação

Aconteceu na manhã desta terça-feira, dia 09, o lançamento da cartilha intitulada Cidade Sustentável, Bem-Estar para Todos. O projeto é uma iniciativa da Associação Tocantinense de Municípios (ATM) e do Ministério Público Estadual (MPE), e tem como parceiros Caixa Econômica Federal, secretaria estadual de Recursos Hídricos e Meio Ambiente e o Instituto de Arquitetura do Brasil, seccional Tocantins. Estavam presentes no evento prefeitos, representantes de órgãos públicos e privados, além de convidados especiais.

Na palestra de lançamento, o prefeito de Tocantínia, Manoel Silvino (PR), que preside a Comissão de Meio Ambiente da ATM, discorreu sobre o uso e ocupação do solo urbano e seus impactos ambientais, apontando alternativas como o desenvolvimento de estratégias políticas que minimizem os impactos ambientais em alinhamento como desenvolvimento sustentável da exploração dos recursos naturais. “As principais responsabilidades dos municípios são coordenar as ações e desenvolver, em conjunto com a sua comunidade, um pensamento ambiental coerente, visando a implantação de normas que permitam controlar a deterioração ambiental e a necessária reabilitação das áreas mais afetadas”, enfatizou.

Coube ao promotor de Justiça e Meio Ambiente, José Maria da Silva Júnior, fazer a apresentação da cartilha aos presentes. Composta de três capítulos e com 46 páginas, cada tópico do trabalho passou pela explanação professoral de Silva Júnior. Segundo ele, o que se espera é que os ensinamentos do documento sejam colocados em prática pelas autoridades e pela sociedade. “Queremos que essas informações cheguem a todo o Tocantins e que sejam colocadas em prática. Esse trabalho tem informações importantes sobre a questão do ordenamento das cidades de uma forma sustentável, obedecendo à legislação urbanística e ambiental”, explicou.

Os idealizadores da cartilha defenderam no final do evento a elaboração de uma agenda de discussão sobre o tema para 2011 na qual possam estar inseridos debates em diversas regiões do Estado.

Fonte – Assessoria de Imprensa/ ATM