Polí­tica

Foto: Divulgação

Durante sessão vespertina na Assembleia Legislativa na tarde desta quarta-feira, 10, o deputado Marcelo Lelis (PV) foi à tribuna onde fez pronunciamento criticando a atual situação do Estado. “Não cabe a nós fazermos vistas grossas aos sérios problemas administrativos do Estado”, começou a sua fala.

O deputado disse que as situações de funcionamento no Hospital Geral de Palmas (HGP) é Caótica. Lelis disse que faltam equipamentos, médicos e ainda muitos pacientes esperando tratamento, segundo ele, “jogados nos corredores”.

Lelis anunciou que apresentará um requerimento pedindo a nomeação de uma comissão para fazer uma visita oficial no HGP para verificar a atual situação do hospital. “Cabe a nós verificar”, disse.

Para o parlamentar, a Assembleia precisa cobrar do Executivo mais atenção com a Saúde. A segurança pública também foi alvo do discurso do pevista. Lelis disse que há delegacias sem delegado e superlotadas.

Vários requerimentos pedindo explicações sobre a área da segurança foram apresentados mas não tiveram resposta, segundo o deputado.

Lelis solicitou ainda que os mais de 400 estagiários que ganhavam bolsa do governo recebessem o pagamento.

Na próxima semana

A líder do governo falou em seguida e disse que a Casa de Leis discutirá sobre saúde e Segurança Pública na próxima semana. “Vou deixar para fazer a defesa a partir da semana que vem”, frisou.

Em entrevista após o pronunciamento de Lelis, Josi disse que não vê problemas na formação de uma comissão para visitar o HGP. “O governo Gaguim não deseja esconder nada”, disse Josi ao reafirmar que a saúde é prioridade para o governador Carlos Henrique Gaguim (PMDB).

Halum explica

O deputado César Halum (PPS), eleito deputado federal, também foi à tribuna exaltar a liberação de sua candidatura pelo Tribunal Superior Eleitoral na noite desta terça-feira, 9.

O motivo do questionamento da candidatura do deputado foi uma acusação de crime contra o patrimônio público que poderia resultar na aplicação da Lei Ficha Limpa.

Halum disse que sua meta agora é assegurar um bom trabalho na Câmara Federal para garantir que o Estado continue crescendo.