Estado

Foto: Divulgação

A solenidade de posse dos Conselheiros e Suplentes em Gurupi foi conduzida pela secretária de Desenvolvimento Social, Paulina Abdalla, na terça-feira, 30, na sede da secretaria que fica na Prefeitura Municipal. Após a posse foram escolhidos a presidente, o vice-presidente e secretárias do Conselho Municipal de Assistência Social (CMAS).

Na ocasião Paulina Abdalla disse que o CMAS é uma ferramenta de controle social das políticas públicas de Assistência Social e, em seguida, expôs alguns projetos da secretaria para 2011. “O CMAS representa a participação de toda sociedade gurupiense nas políticas públicas de Assistência Social, como aprovação dos planos, gastos e fiscalização”, disse Paulina Abdalla que reiterou dizendo. “Temos feito muitas ações como a criação da Casa de Passagem, implantação do CRAS e grandes melhorias na Casa dos Idosos e no Centro de Integração da Mulher. Para 2011 temos muitos projetos, dentre eles, destacamos o do Restaurante Popular e a Padaria Comunitária que é um sonho nosso e, com o apoio do Conselho, vamos colocar em 2011 estes projetos na prática”, disse Paulina Abdalla.

Em seguida os membros do CMAS escolheram o presidente e vice-presidente, que ficou com a seguinte composição: Divina Fátima Queiroz Silva na presidência, Silvany Neres Avelino de Souza na vice-presidência, Alair Sales Falcão Lopes como primeira-secretária e Maria Doroteia Donato Leandro como segunda-secretária.

A advogada previdenciária, Silvany Neres, indicada pela OAB para fazer parte do Conselho, falou da importância da entidade na fiscalização e elaboração de projetos sociais. “Minha área é previdenciária e tem um elo muito grande com a assistência social, seja na fiscalização e ou na apresentação de proposta para melhorar a questão social do município”, disse a representante da OAB.

Sobre o CMAS

O CMAS é formado por seis representantes da prefeitura (Secretarias do Desenvolvimento Social, Saúde e Meio Ambiente e Educação Esporte e Juventude) e seis da sociedade civil (APAE, Pastoral da Criança, Ordem dos Advogados do Brasil). Depois de empossados serão os responsáveis pela gestão de todas as políticas públicas de Assistência Social que envolve o município. Os conselheiros são nomeados por ato do prefeito municipal e tem mandato com duração de um ano. O presidente e vice-presidente são eleitos entre os membros do CMAS em reunião plenária.

Fonte: Assessoria de Imprensa/Conselho de Assistência Social