Polí­tica

Foto: Gleidison Medeiros

O presidente da Câmara de Palmas e deputado estadual eleito, Wanderlei Barbosa (PSB) frisou na manhã desta sexta-feira, 3, que o grupo dos 15 deputados que serão oposição a Siqueira Campos (PSDB) a partir do próximo ano continuam unidos para a eleição da mesa diretora.

“Todos os 15 deram a palavra para a eleição da mesa diretora, temos esse pré-compromisso e qualquer um que for sair dele tem que chamar o grupo e conversar”, disse.

Barbosa salientou que teve apenas um contato rápido com o ex-senador Eduardo Siqueira e coordenador de transição mas que não tratou de política, nesse sentido negou qualquer contato com aliados de Siqueira para tratar de possíveis composições na AL.

O senador João Ribeiro (PR) já afirmou que pretende conversar com seus aliados na Assembleia para a possibilidade de abrir o diálogo com o grupo de Siqueira, no entanto, Barbosa afirmou que o republicano ainda não fez nenhum contato com ele. O deputado eleito fez campanha para Ribeiro.

Oposição

O atual presidente da Câmara frisou que pretende continuar na oposição no entanto disse que não terá dificuldades em conversar com o novo governo com relação aos projetos que serão encaminhados para a Casa de Leis. “O governo não terá dificuldade em aprovar os projetos do Estado, não existe dificuldade de relacionamento pois queremos o crescimento do Tocantins. Não seremos irresponsável de fazer uma atuação que atrapalhe o Estado”, salientou.

Indicação de Danilo

Barbosa analisou ainda a indicação de Danilo de Melo Sousa para a secretaria de Educação no governo Siqueira. “ O governo acertou quando o chamou, além de bom profissional ele fez a educação de Palmas melhorar”, salientou.

Questionado sobre uma possível proximidade do prefeito de Palmas Raul Filho (PT) com o novo governo e se isso poderia o influenciar na eleição e no posicionamento da Assembleia Legislativa, o deputado eleito respondeu que não. “Conversei com o Raul e ele me disse que não houve nenhum tipo de pré-acordo com o novo governo em torno disso ou visando governabilidade”, afirmou.

“O meu líder aqui em Palmas é o Raul, mas sou de outro partido e sigo a orientação do meu partido”, salientou.