Estado

Cinco iniciativas do movimento hip hop tocantinense foram agraciadas pelo Prêmio Hip Hop 2010- Edição Preto Ghoéz, promovido pela Secretaria de Identidade e Diversidade Cultural do Ministério da Cultura (SID/MinC) em parceria com a Secretaria de Cidadania Cultural (SCC/MinC), o Instituto Empreender e a Ação Educativa. A divulgação dos premiados está no Diário Oficial da União desta segunda. 13.

Ao todo, foram 135 premiados em cinco categorias de todos os estados do País. Cada um receberá R$ 13 mil, em um total de R$ 1.755.000,00 de recursos do MinC. Desse universo, um foi para Miriam Bezerra, viúva de Preto Ghóez, homenageado nesta edição do prêmio.

Para o presidente da Associação Palmas Hip Hop e um dos premiados, Marcos Antônio Silva, o reconhecimento incentiva mais o movimento. “Ficamos muito felizes com a notícia, apesar do movimento no Tocantins ainda estar iniciado já conseguimos ter esse reconhecimento do trabalho. é muito bom ver o trabalho dos companheiros ser reconhecido e com certeza será um estímulo a mais para continuarmos trabalhando”, enfatizou.

As iniciativas contempladas abrangem aulas de dança com cunho social, eventos da cultura hip hop, trabalho realizado em prol da difusão do movimento e o programa de rádio Mano a Mano, veiculado pela Redesat 96 Fm.

Fonte: Assessoria de Imprensa