Polí­tica

Foto: Divulgação

Em entrevista ao Conexão Tocantins na manhã desta terça-feira, 04, o secretário de Planejamento e filho do governador Siqueira Campos (PSDB), Eduardo Siqueira Campos negou qualquer distanciamento da senadora Kátia Abreu (DEM) do grupo governista.

“Minha relação com a senadora continua a mesma, tenho respeito e admiração por ela”, salientou Eduardo.

Com relação ao fato da senadora não ter ido para a posse do governador, Eduardo afirmou que ela avisou que ia tirar um descanso neste final de ano. “Ela trabalhou muito na eleição depois retomamos as conversas depois das férias”, disse.

“Nossa relação permanece inalterada, baseada no respeito mútuo”, disse.

A senadora estaria segundo informações, descontente pelo fato do partido não ter participado mais da composição do governo.

Extinção da vice-governadoria

Eduardo explicou ainda que a extinção da vice-governadoria da estrutura de governo não foi com intenção de tirar autonomia do vice-governador, João Oliveira (DEM).

“Antes tinham expulsado o vice-governador do Palácio”, afirmou se referindo ao fato de no governo anterior o vice-governador ter o gabinete em outro prédio fora do Palácio.“Onde tem que estar um co-piloto? Junto ao piloto”, salientou, afirmando que a escolha de ficar no Palácio Araguaia foi do próprio vice-governador João Oliveira. “Foi pedido dele, ele tem toda a estrutura do Palácio à serviço dele”, salientou.