Saúde

Foto: Divulgação

A primeira ação comunitária em saúde bucal da Escola Técnica de Saúde Doutor Gismar Gomes (ETSUS-TO) deste ano será realizada esta semana no prédio da sede da Associação Brasileira de Odontologia (ABO) de Palmas. Os 44 estagiários do curso Técnico de Saúde Bucal (TSB), supervisionados por quatro odontólogos, vão atender à comunidade de hoje, dia 10, até a próxima sexta-feira, dia 14.

Os alunos devem realizar procedimentos específicos permitidos na área técnica como, por exemplo, dentística básica (que são pequenas restaurações sem uso de anestesia ou broca), profilaxia, aplicação tópica de flúor, além de atividades educativas preventivas e orientações como técnicas de escovação e controle de placas bacterianas. O estágio é obrigatório para conclusão do curso de TSB e contabiliza como as últimas 40 horas/aulas.

O cirurgião-dentista e docente da Etsus, Luís Mauro Marques da Cunha, explica que os alunos são o tempo inteiro monitorados. “Eles precisam usar todos os EPI’s (Equipamentos de Proteção Individual) que são óculos, máscara e toca capilar. Todos os procedimentos executados pelos alunos são acompanhados por profissionais habilitados, o que garante a eficácia de todos os atendimentos realizados durante o estágio”.

A aluna de Palmas Ivonete Henrique dos Santos concorda com a supervisão e garante que o cuidado com a forma de trabalho e a utilização de equipamentos proporcionam a melhor qualidade na saúde bucal. “Aqui colocamos em prática o aprendizado e ganhamos experiência, essa qualificação faz a diferença e pode abrir novas oportunidades profissionais”, opina.

Os estagiários são divididos em equipes de três estudantes que atendem em 12 box. Um dos grupos é formado por Valéria Sousa Alves, de Combinado; Syrlene Prado, de Palmas; e Maria Cícera Alves da Silva, de Porto Nacional. Uma delas conta entusiasmada que a equipe auxiliou em uma restauração da oclusal com resina, já que o uso da broca e a limpeza do dente são procedimentos que a execução só é permitida aos dentistas.

Uma das pessoas atendidas neste primeiro dia foi a senhora Telma Pereira, que realizou uma profilaxia. Ela disse que foi informada da ação por uma vizinha que é aluna do TSB e afirmou que “gostou tanto que vai indicar a filha pra fazer uma obturação e uma limpeza”.

Segundo a odontóloga e coordenadora do curso, Christiane Colombo, cerca de 44 pessoas devem ser atendidas por dia, das 8h às 12h e das 14h às 18h. O agendamento já foi feito previamente pelos próprios alunos, já que compor a agenda de atendimento também faz parte das orientações do programa escolar do curso Técnico de Saúde Bucal.

Fonte: Secom