Polí­tica

Cumprindo a agenda de visitas, o presidente da Câmara Municipal de Paraíso do Tocantins, Lafaete Lobo (PT), foi recepcionado ontem à tarde pela presidente do Conselho Tutelar, Iara Alves Cortês Lima, na sede da instituição, localizada próximo à Praça José Torres. “São cinco conselheiros que trabalham de forma precária, com dificuldades para desenvolver um trabalho à contento, pelas condições das instalações, transporte, pessoal, horário e segurança”, informou a conselheira e presidente.

O vereador Lafaete Lobo conheceu in loco o que definiu como “risco de vida” pelas condições de trabalho enfrentadas pelos membros do conselho tutelar. O prédio está prestes a cair, precisando de uma reforma urgente no telhado, madeiramento, forro e com excesso de umidade. Ouviu também da equipe a cobrança de um motorista, uma secretária e um veículo. Esses problemas já teriam sido levados ao conhecimento da Prefeitura de Paraiso do Tocantins e até o momento não foram solucionados.

A conselheira Ana Maria Gonçalves informou que a maioria está ameaçando deixar o trabalho pela falta de segurança no local “a situação é crítica e nós não vamos ficar aqui correndo o risco de vida, aguardando uma decisão por parte dos nossos governantes”.

O vereador Jozelino Rodrigues (PR), apresentou requerimento (Nº 00168/2010), aprovado e encaminhado ao prefeito, em 2010, solicitando a reforma das instalações da sede do Conselho Tutelar, pela falta de segurança aos conselheiros e as condições físicas do prédio. O pedido não foi atendido pelo Poder Executivo.

Fonte: Assessoria de Imprensa/ Câmara de Paraíso do Tocantins