Polí­tica

Em seu pronunciamento à frente do púlpito na eleição do novo presidente da Associação Tocantinense dos Municípios (ATM), o prefeito de Palmas, Raul Filho (PT), criticou a postura dos governantes dos estados com relação à aplicação da reforma tributária, de acordo com ele, de extrema necessidade para os municípios brasileiros.

Em seu discurso, Raul se dirigiu diretamente ao senador João Ribeiro (PR), que compunha a mesa juntamente com ele. De acordo com o prefeito de Palmas, “é preciso, senador, fazer andar esta reforma tributária que permitirá o maior desenvolvimento dos municípios”.

O prefeito da capital do Tocantins ainda lembrou da situação difícil em que todos os gestores municipais tem passado. “Não há um único governador de estado que interessam que a reforma tributária saia do papel. A não ser os novos, de agora. É um apelo que este colega faz ao colega de associação. Precisamos de uma voz se levante fortemente no congresso nacional e pare de uma vez com essa hipocrisia”, disse.

Raul ainda se mostrou decepcionado com um dos maiores movimentos de prefeitos, que foi a Marcha à Brasília. “Eu estou desiludido com a marcha dos prefeitos à Brasília. Isso tem efeito turístico, mas nós continuamos a ser prefeitos com pires na mão nos gabinetes em Brasília”, completou.

João Ribeiro

Já o senador João Ribeiro, durante sua fala, destacou que Valtênis Lino foi o primeiro presidente de associação de municípios a tratar diretamente com a então ministra da Casa Civil, Dilma Rousseff, sobre os problemas da miséria nos municípios tocantinenses. “Logo depois o presidente Lula concedeu o primeiro benefício e mais tarde o segundo”, lembrou.

Se voltando para Raul, Ribeiro frisou que a ATM precisa do apoio do prefeito de Palmas. “Pelo seu trabalho e pela sua representatividade junto à Brasília”, completou.

Sobre a eleição para a nova direção executiva da Associação, o senador fez questão de destacar que “a ATM dá uma demonstração de amadurecimento político, demonstração que representa os prefeitos, os municípios”.

Assim como Raul Filho, Ribeiro lembrou a difícil situação financeira em que as cidades do Tocantins se encontram. “Os municípios nunca sofreram tanto, nunca passaram tanta dificuldade igual passam neste momento”, afirmou.

Reforma tributária

Sobre a reforma tributária lembrada pelo prefeito de Palmas, João Ribeiro informou que o problema é ainda mais complexo. De acordo com o senador, é preciso que se reformule o sistema de distribuição de renda entre as esferas federal, estadual e muncipal.

“Precisa se mexer na verdade é no sistema de distribuição do bolo. Não é justo que a União fique com a maior fatia, os Estados fiquem com a segunda maior e aqueles que realmente cuidam da população fiquem com a menor parte do bolo”, completou o senador.