Polí­tica

Foto: Divulgação

Depois da confirmação do PT de que vai mesmo compor com o grupo governista na eleição da Assembleia Legislativa a deputada Solange Duailibe (PT) frisou ao Conexão Tocantins que continua sendo candidata da oposição.

“Eu persisto no apoio do meu partido. Espero que eles tenham bom senso e revejam essa posição. Vou persistir até o último instante”, salientou.

A deputada afirmou ainda que tentou falar com o presidente Donizeti Nogueira assim que foi inidicada pelo grupo da oposição nesta quinta-feira, 27, só que, segundo ela,não conseguiu contato .

Questionada sobre o que fará caso o partido não reveja mesmo a posição, a deputada frisou que a instância nacional da legenda já tem conhecimento do caso.“Eu não quero acreditar que meu partido que praga que os interesses devem estar acima de qualquer outro vai apoiar uma candidatura do PSDB”, disse.

Reunião

O deputado do PSB, Wanderlei Barbosa disse ao Conexão Tocantins que o grupo se reunirá hoje para definir o que deve fazer. Segundo ele, o consenso pode ser uma alternativa mas precisa ainda ser discutido.

“Lamento muito a decisão do PT que sempre foi um partido de luta e de grupo”, frisou. O deputado afirmou ainda que acredita na possibilidade do partido rever a posição.

Deputados com partido

Amália Santana e José Roberto afirmaram na coletiva do partido hoje que seguirão o posicionamento do PT. Amália salientou que depois da composição fará uma oposição responsável.

Com os votos do PT, até o momento o grupo Siqueirista tem 12 votos contra 12 da oposição. Se seguir assim, Moreira leva a disputa por ser mais velho na Casa.