Polí­tica

Foto: Divulgação

Nesta terça-feira, 08, às 10h, ocorre a abertura dos trabalhos parlamentares na Câmara Municipal de Porto Nacional. Na cerimônia, está previsto que a prefeita da cidade, Tereza Martins (PDT), realize um pronunciamento elencando as obras e os trabalhos que tem feito em sua gestão à frente do Executivo Municipal.

Segundo a assessoria de imprensa do vereador Neto Aires (PR) antes do pronunciamento da prefeita naquela Casa de Leis, a oposição deve rebater a prefeita.

A bancada dos vereadores da oposição, composta por Neto Aires (PR), Emivaldo Pires (PTB), Adael Guimarães (PSDB) e André Costa (PMDB), pretende apontar um relatório com todas as promessas de campanha, feitas pela prefeita e que não chegaram a ser cumpridas, segundo afirmam.

Para o vereador Neto Aires, o descaso e o abandono em que se encontra a cidade de Porto Nacional, na gestão de Tereza Martins, “é calamitoso, vergonhoso e uma afronta ao bem público e à população”. Segundo o parlamentar, a câmara apresentou uma emenda, já aprovada, destinando 200 mil reais para realizar obras de manutenção do aeroporto e da escola de aviação do município, mas conforme o vereador, do valor destinado, nada foi aplicado. “Um recurso que seguiu as normativas do Plano Pluri Anual e das Leis de Diretrizes Orçamentárias e do Orçamento Anual, nem sequer foi utilizado. Pelo contrário, devido a falta de compromisso com o bem público, há duas semanas, o aeroporto foi interditado pelos órgãos competentes da aviação civil devido à má estrutura, à pista sem balizamento e à falta de proteção dos passageiros”, diz Neto Aires.

A bancada de vereadores ainda estende suas críticas a outros serviços que consideram à mercê do interesse do paço municipal como, por exemplo, cidade esburacada, iluminação pública deficiente, praças abandonadas. “Nenhuma grande obra foi realizada neste governo. Tanto, que na sessão desta terça, leremos o plano de governo da prefeita para que todos se recordem de suas promessas de campanha, quando prometeu transporte coletivo e nada foi feito; quando prometeu valorização dos professores e nada foi cumprido; quando prometeu concluir a avenida Beira-Rio e nenhuma ampliação ocorreu; quando disse que iria construir novas praças e recuperar as já existentes e nada; ou mesmo quando prometeu construir um rodoanel, que nem saiu do papel”, finaliza Neto Aires.

A oposição pretende cobrar da prefeita um posicionamento do executivo sobre vários requerimentos aprovados pela Casa, por unanimidade, que solicitam cópias de licitações, aquisição de produtos, prestação de serviços e outros e que, até hoje, não teriam sido informados. “É muito fácil vir à Casa de Leis e fazer um pronunciamento vazio e sem conteúdo. A maioria da Casa é governista, então endossam qualquer inverdade que é contada. Acontece que a oposição nesta Casa está viva e defende a cidade de Porto Nacional: bandeira que a prefeita e seus vereadores não sabem o que é defender há dois longos e penosos anos”, finaliza Neto Aires, que promete sacudir a Casa, em seu pronunciamento, na sessão da terça-feira.

Da redação com informações Assessoria de Imprensa Neto Aires