Polí­tica

Foto: Isis Oliveira Osires Damaso em discurso na AL Osires Damaso em discurso na AL

Em entrevista ao Conexão Tocantins na manhã desta segunda-feira, 21, o deputado Osires Damaso (DEM), líder do bloco PSDB/DEM/PV confirmou que engessamento da votação de Lei de Diretrizes Orçamentárias (PDO) e Lei Orçamentária Anual (LOA) tem prejudicado o funcionamento da administração pública no Tocantins.

De acordo com ele, o Estado fica impossibilitado de dar prosseguimento em seus trabalhos sem que a LDO seja aprovada e o orçamento liberado. “Realmente tem atrapalhado o Estado. O governo não tem dinheiro para iniciar os trabalhos”, completou.

A colocação do democrata vai de encontro ao que o presidente da Casa, deputado Raimundo Moreira (PSDB) já havia informado ao Conexão Tocantins no início do mês. De acordo com o presidente, à época, a votação da LDO estava aguardando os prazos regimentais de formação de blocos e comissões permanentes. Na ocasião, Moreira frisou que falta de orçamento não estaria prejudicando a governabilidade do Tocantins.

Prazo encerrando

Damaso, por outro lado, destacou que ainda foram formadas e votadas apenas cinco das 12 comissões permanentes da Assembleia Legislativa. Segundo ele, ainda na sessão ordinária da próxima terça-feira, as outras sete comissões deverão ser formadas e matérias importantes como a LDO e a LOA, votadas. “Eu acredito que até o final de fevereiro tudo já deva estar resolvido e o orçamento liberado”, ponderou.

Críticas à oposição

Damaso ainda aproveitou a entrevista para alfinetar os 12 deputados de oposição ao governo Siqueira Campos (PSDB). De acordo com ele, seriam os oposicionistas os principais responsáveis pelo atraso na votação da LDO. “Eu vejo que os deputados de oposição tem dificultado muito a votação”, completou.