Saúde

Foto: Divulgação

O Hospital Geral de Palmas (HGP) recebeu nesta quarta-feira, 02, sua primeira turma do primeiro Curso de Residência Médica do Estado, com aula inaugural sobre o funcionamento de todas as unidades assistenciais, de serviços e administrativas da instituição. As residências serão em clinica médica, cirúrgica e psiquiátrica.

Segundo o coordenador do curso de medicina da Universidade Federal do Tocantins (UFT), Itágores Hoffmam, a chegada dos residentes é um fato histórico para o Estado e para o HGP, que inicia assim, suas atividades para alcançar a titulação de Hospital de Ensino, que é repassado pelos Ministérios da Saúde e Educação mediante o cumprimento de algumas exigências e adequações.

Para a diretora Geral do HGP, administradora hospitalar Ana Cleide Justy, o é importante para a instituição e para a população. “Estamos muito otimistas com vinda dos residentes para o nosso hospital. É um momento ímpar, pois estamos iniciando um processo que trará benefícios não somente ao HGP, que começa suas atividades enquanto futuro hospital de ensino, mas para a comunidade, que poderá contar com um número maior de profissionais médicos, que refletirá inclusive, na qualidade do atendimento”, ressaltou.

A Residência Médica no Tocantins foi conquistada através da parceria entre Governo do Estado, UFT e Secretaria Estadual da Saúde. É uma modalidade de ensino de pós-graduação destinada a médicos, sob a forma de curso de especialização com duração de dois anos.

O projeto faz parte Programa Nacional de Apoio à Formação de Médicos Especialistas, Pró-Residência Médica, cujo objetivo é a formação médica em especialidades e regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste, definidas como prioritárias pelos gestores do SUS Poe serem regiões que possuem menos oferta de especialidades médicas.

Fonte: Assessoria de Imprensa HGP