Polí­tica

Foto: Koró Rocha

O presidente em exercício da Assembleia legislativa, deputado Eli Borges (PMDB), condenou, durante a sessão matutina desta quinta-feira, dia 3, a forma como a Organização Jaime Câmara divulga os fatos sobre sua atuação no Parlamento. “Não mostram a verdade, mas apenas a versão que lhes interessa”, contestou.

O peemedebista defende a implantação da TV Legislativa que, na sua visão, estaria divulgando os fatos relacionados à Assembleia de forma isenta. “Se tivéssemos a TV, poderíamos comparar e perceberíamos que meu pronunciamento foi grande e só aproveitaram a parte que interessa à oposição”, acrescentou o deputado.

O parlamentar ressaltou também que nunca foi convidado para participar de Um Bom Dia Tocantins e que a TV Anhanguera jamais se preocupou em divulgar informações positivas a seu respeito. “Em 20 anos, eu nunca utilizei uma diária, até porque nunca fiz nenhuma viagem, mas esse tipo de informação não é divulgada”, disse.

O presidente em exercício recebeu manifestação de apoio dos deputados Stalin Bucar (PR) e Sargento Aragão (PPS). Aragão sugeriu a apresentação de um requerimento em regime de urgência, na próxima sessão ordinária, assinada não só pelos 12 deputados de oposição, mas por todos os que desejarem, solicitando ao Governo do Estado que divulgue todos os contratos firmados com todas as empresas desde 2000 até este ano.

Fonte: Dicom/AL