Polí­cia

Foto: Divulgação

Durante coletiva concedida à imprensa na manhã desta quarta-feira, dia 9, com o comandante geral da PMTO, coronel Marielton Francisco dos Santos, acompanhado dos comandantes do policiamento do interior – coronel Nogueira; do policiamento da capital - tenente coronel Messias; e da Cipama - tenente coronel Félix, foi divulgado o resultado da operação realizada em todo o Tocantins, com foco nos municípios polos da festa carnavalesca.

Para o coronel Marielton, o resultado da operação foi bastante positivo e superou a meta traçada pelo Comando. “O que nos leva a crer que as nossas estratégias de reforçar o policiamento nos municípios polos de carnaval e intensificar o policiamento nos pontos estratégicos dos municípios é o melhor caminho”, disse.

Com a disponibilização de mais de 900 policiais para trabalharem diretamente no policiamento do carnaval e 350 viaturas, o Comando afirmou que em todo o interior do Estado as ocorrências reduziram 80% em comparação ao ano passado; e na capital o índice caiu em 20%. “As operações realizadas antes do carnaval também ajudaram a coibir os crimes e até os nossos policiais que trabalham no serviço administrativo e que foram reforçar o policiamento no interior do Estado estavam mais aquecidos e preparados”, observou o comandante geral.

O comandante do CPI, coronel Nogueira, informou que mobilizou todo o efetivo disponível com apoio do Canil para o reforço, tanto em Gurupi quanto em Dianópolis, com barreiras montadas nas entradas e saídas dos municípios, e o resultado foi observado na reação das pessoas que se divertiam no carnaval. “Quando entram no Estado e veem a presença da polícia se sentem mais seguras e isto é sinal de que o nosso planejamento foi bem executado e a PM está cumprindo o seu papel”, afirmou.

O comandante do CPC, tenente coronel Messias, disse que mesmo estando presente na capital realizando o policiamento normal, a PM teve uma atenção voltada para os municípios de Porto Nacional e Miracema do Tocantins, onde tudo transcorreu tranquilamente sem nenhuma ocorrência de vulto, sendo registradas apenas 127 ocorrências nos dias de festa.

O comandante da Cipama, tenente coronel Félix, disse que durante o policiamento foram registradas 46 ocorrências de crime ambiental e aplicados R$ 43.200 em multas de infrações. Dentre os infratores foi preso um sargento da reserva do Distrito Federal com 86.500 kg de pesca proibida, 7 animais silvestres e 3 jacarés. No lago da UHE São Salvador a equipe socorreu sete pessoas de Goiás vítimas de um barco que naufragou.

Das ocorrências registradas o coronel Marielton destacou as lesões corporais causadas por brigas e os acidentes de trânsito, mesmo assim foram inferiores às registradas no mesmo período do ano passado. “Um fato interessante é que em Dianópólis não foi registrada nenhuma ocorrência de vulto”, afirmou o comandante, concluindo que “o sucesso da operação deve-se não somente ao empenho da Polícia Militar, mas também à parceria com os demais órgãos e principalmente à conscientização e colaboração da comunidade, bem como ao apoio da imprensa, que foi fundamental.”

Fonte: Assessoria de Imprensa/Polícia Militar