Estado

Foto: Divulgação/Sehab As reuniões ocorreram no auditório da Sehab As reuniões ocorreram no auditório da Sehab

O Governo do Estado, por meio da Secretaria da Habitação (Sehab), fechou nesta sexta-feira, dia 11, o primeiro ciclo de reuniões que reuniu 368 beneficiários do Programa Pró-Moradia, em Palmas. O evento teve o objetivo de apresentar as etapas do projeto de trabalho técnico social que está sendo executado durante a construção de apartamentos.

A última reunião, dessa primeira etapa, reuniu todos os beneficiários que não foram localizados ou não puderam comparecer aos outros seis encontros anteriores. Assim como ocorreu com o contemplado Francisco Renê que estava viajando a trabalho no dia da reunião de seu grupo.

O assistente social Orleanes Souza alertou para a importância de manter os dados do cadastro habitacional sempre atualizados para que a equipe da Sehab possa localizar e entrar em contato com os contemplados nos programas, por meio de telefone ou no próprio endereço residencial.

A beneficiária, Giseli Alves, que participou da reunião nesta sexta-feira, informou que perdeu o celular e que ficou sabendo do encontro por meio de um assistente social da Sehab, que foi pessoalmente em sua casa convidá-la para a reunião.

A superintendente de Programas Sociais, Jocelaine Lago Dalanora, destacou o empenho do Governo do Estado para atender a demanda da população e ressaltou que mesmo sem a aprovação da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO), por parte dos deputados estaduais, a equipe da Sehab já está trabalhando e dando andamento ao projeto.

Segundo o beneficiário Manoel Marques, o atendimento à população melhorou nessa nova gestão. “Antes eu ligava, vinha aqui e não davam informação. Agora vejo que as coisas mudaram, me ligam informando dos acontecimentos, dá para sentir confiança”.

De acordo com a coordenadora de Projetos Sociais, Ângela Medeiros Ramos, além da entrega de 368 apartamentos, localizados na região Norte de Palmas, ALC-NO 43, o Governo também vai ofertar cursos profissionalizantes aos beneficiários para ajudar no orçamento da casa. A previsão inicial de entrega do empreendimento é de dois anos.

As reuniões ocorreram nos dias 1, 2, 3, 4 e 11 de março, no auditório da Sehab. Durante os encontros foram eleitos os líderes de cada grupo que vão acompanhar o andamento das obras através da Comissão de Acompanhamento de Obras (CAO).