Polí­tica

Foto: Koró Rocha Wanderlei disse que o governo usou a oposição como escudo para a opinião pública Wanderlei disse que o governo usou a oposição como escudo para a opinião pública

Durante a noite, na primeira sessão extra da Assembleia Legislativa, o deputado do PSB, Wanderlei Barbosa questionou a retirada da alteração da Lei de Diretrizes Orçamentárias o que na sua opinião foi uma estratégia do governo para culpar a oposição. “O que agora o governo vai usar para jogar a culpa na oposição?”, disse.

Para o deputado, o governo merece repúdio pela atitude e inclusive pelas críticas. “Meu repúdio ao comportamento do governador”, disse. Wanderlei foi na tribuna exaltado. "Só quem vai calar minha boca é o povo", disse afirmando estar revoltado com o governo. "Eu não sou criança, eu não sou menino", afirmou.

Wanderlei disse que o governo usou a oposição como escudo para a opinião pública. "Estamos de cabeça erguida", disse.

Do PR, José Bonifácio se referindo a Wanderlei salientou que há parlamentares que estão usando as sessões para fazer palanque. "Ninguém viu meu nome ser lançado como candidato aqui em Palmas", salientou Wanderlei respondendo Bonifácio.

O republicano relembrou a ausência dos deputados governistas na semana passada e frisou que o governo não reconheceu inconstitucionalidade na retirada da LDO. Bonifácio cobrou mais produtividade e coerência nas discussões da Casa.

O deputado Sargento Aragão (PPS) também rebateu Bonifácio. “Aqui não é palanque municipal não, aqui é estadual”, salientou.

O parlamentar disse que está de alma lavada por causa da retirada da LDO. “Aqui ele tem que render”, disse se referindo ao governador Siqueira Campos.

Numa postura conciliatória, o presidente Raimundo Moreira (PSDB) recomendou aos parlamentares que os pronunciamentos fossem realizados no horário adequado, no caso no grande ou pequeno expediente. Na tribuna o deputado José Augusto Pugliese (PMDB) também criticou o governo e chamou o governador Siqueira Campos de “José Wilson Mentira Campos”.

Sobre o orçamento ainda não foi iniciada nenhuma discussão nesta terça-feira, 15.