Esporte

Foto: Divulgação

Uma das prioridades do governo Siqueira Campos, segundo a Secretaria Estadual de Administração (Secad) divulgou nesta quinta-feira, 17, é o Plansaúde – Plano de Saúde dos Servidores Públicos do Estado do Tocantins que está passando por reformulação.

Aproveitando que o contrato com a Confederação Centro-Oeste Unimed, atual operadora do Plano, vencerá no próximo mês de abril, a pasta que é responsável pelo gerenciamento, está buscando formas de solucionar demandas e melhorar o atendimento ao público.

Desta forma, a Secad informou está em negociação com as Unimeds do Estado, o que irá valorizar as empresas locais e trazer resultados imediatos para usuários e prestadores de serviços. A negociação inclui a melhoria da oferta de equipamentos físicos, como os prédios onde os usuários serão atendidos para liberação de exames outros procedimentos.

Mas a principal mudança, que trará economia ao Estado e eficiência no atendimento, segundo o governo, é a mudança na relação Governo-Prestadora, com pagamentos feitos rigorosamente em dia e sem a necessidade de mediadores aos médicos, odontólogos, hospitais, laboratórios e outros. Se antes a operadora levava até 70 dias para pagar os parceiros, a partir de abril este prazo será reduzido.

Segundo o governo, o valor da consulta também será atualizado, passando de R$ 42,00 para R$ 48,00, sem necessidade de repasse aos usuários. Estas duas medidas atrairão mais parceiros e a consequente melhoria na oferta de serviços aos mais de 91 mil beneficiários do Plansaúde, entre servidores públicos e seus dependentes. Da mesma forma, os usuários continuarão contando com o atendimento no Distrito Federal e nos estados de Goiás e Maranhão.

O Governo do Estado lembra ainda que a parte de serviços odontológicos permanece, sem qualquer alteração, e com mais serviços de qualidade, em território tocantinense.

“O servidor, em hipótese nenhuma, correrá risco de perder qualquer tipo de benefício, ao contrário, ganhará mais conforto com profissionais das áreas médicas e odontológicas satisfeitas e, consequentemente, atendimento de qualidade”, garante o secretário de Administração, Lúcio Mascarenhas.

Fonte: Assessoria de Imprensa/ Secad