Polí­tica

Foto: J. Freitas

A senadora Kátia Abreu (DEM-TO) e a nova líder da oposição no Congresso Nacional e pretende, segundo sua assessoria de imprensa, lutar com força e perseverança para aproximar cada vez mais a pauta de deliberações dos deputados e senadores da pauta e desejos e interesses da maioria da população brasileira. "Recebo esta nova missão com determinação e muita vontade de ajudar o Brasil e o meu estado, o Tocantins", afirmou a senadora. "Minha prioridade será apresentar as razões e os argumentos das pessoas, dos que trabalham, produzem, pagam impostos e fazem do Brasil o grande país que ele é", completou.

Fórum das mais importantes decisões nacionais, o Congresso Nacional é a instituição que se forma quando a Câmara dos Deputados e o Senado da República se reúnem para que deputados e senadores deliberem, de forma conjunta, sobre propostas da maior relevância para a vida das pessoas, como é o caso do Orçamento Geral da União.

A liderança da minoria amplia sobremaneira o espaço de atuação da senadora Kátia Abreu que passará a expressar, de forma institucional, no campo do Parlamento brasileiro, a voz dos partidos que formam a Oposição: PSDB, PPS e DEM. Mais que a Oposição, no entanto, a nova líder pretende vocalizar o pensamento da sociedade civil e dos milhões de contribuintes que pagam impostos e sustentam o Estado.

“Minha obrigação e minha responsabilidade é trabalhar para que as pessoas tenham uma vida melhor e sei que isso só será possível porque contarei com a ajuda de todos os parlamentares dos partidos que formam a minoria”, disse a nova líder. “Estou feliz e animada com este novo desafio, além de extremamente agradecida pela confiança que está sendo depositada no meu trabalho”, acrescentou.

Além de liderar a minoria e ser titular das comissões mais importantes do Senado — Constituição e Justiça, Educação e Meio Ambiente — a senadora Kátia Abreu vai ser integrante da Comissão das Mudanças Climáticas. “Ao longo da minha vida tenho trabalhado bastante mas agradeço a Deus todos os dias por isso, ” explicou a senadora. “Ter muitas tarefas na vida faz de mim uma pessoa melhor”, concluiu.

Ao lado das tarefas parlamentares, a senadora Kátia Abreu é presidente da CNA, Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil, entidade que reúne os produtores de alimentos e representa 24% do Produto Interno Bruto, PIB, emprega 37% da força de trabalho e gera 36% das exportações. Primeira mulher a liderar o agronegócio do Brasil, ela nasceu em Goiânia é formada em Psicologia e chegou ao Senado em 2006. Em 2007, relatou a proposta que levou à extinção da CPMF.

Sua carreira política começou em 1998 como candidata a deputada federal. Chegou à Câmara em 2000 e, em 2001, presidiu a Frente Parlamentar da Agricultura. No ano seguinte, 2002, elegeu-se deputada federal com a maior votação do estado. Seu mandato atual de senadora vai até 31 de janeiro de 2015.

No Senado, ela empenha-se por mais investimentos em educação como condição de desenvolvimento com justiça social. A redução da carga tributária e a revisão do pacto federativo para diminuição dos gastos públicos supérfluos, além do fortalecimento da infraestrutura nacional de transportes, principalmente nos ramos portuário e hidroviário, também são bandeiras da senadora. Sua luta em defesa de mais investimentos e do crescimento da economia sem inflação inclui uma profunda profissão de fé na livre iniciativa, na Democracia, e no Estado de Direito.

Fonte: Assessoria de Imprensa Kátia Abreu