Polí­tica

O deputado federal Agnolin (PDT) fez pronunciamento nesta quarta-feira, 24, na Câmara Federal, sobre a reforma política quando demonstrou sua preocupação aos pequenos avanços que o assunto tem obtido nas esferas de discussão entre partidos e a sociedade.

“Percebo que ainda são tímidos os avanços que estamos construindo no sentido de enfrentar o mais grave de todos os problemas vigentes no nosso Sistema Eleitoral, que é o crescente e assustador aumento no custo das eleições, o qual em muitas situações já faz com que a vontade soberana do eleitor seja desvirtuada pela influência de um verdadeiro mercantilismo eleitoral”, criticou Agnolin.

O deputado disse que as atuais proposituras apresentadas nas esferas de discussão, como as comissões especiais da Câmara e do Senado e nos partidos, em especial o PDT, se referem à defesa do Sistema Distrital Misto; Distrital Puro; Voto em lista fechada majoritário; lista aberta proporcional; voto uninominal;, bem como a regulamentação do financiamento público e privado; fim das coligações e da reeleição; clausula de barreira; fidelidade partidária; suplente do partido ou da coligação e tantos outros temas que envolvem a legislação eleitoral.

“Mas se faz necessário e urgente que seja incluído na pauta tudo aquilo que possa ser efetivamente eficaz para a redução do custo eleitoral, e a meu ver a maior eficácia estará assegurada se optarmos pela construção de uma Lei que revise, que discipline, que normatize criteriosamente a forma de financiamento, controle de gastos e fiscalização das eleições”, sugeriu Agnolin durante o seu pronunciamento.

Fonte: Assessoria de Imprensa/ Ângelo Agnolin

Por: Redação

Tags: Ângelo Agnolin, Reforma Política