Educação

Foto: Divulgação

Com o objetivo de oferecer inclusão digital aos alunos com deficiência visual, a Secretaria Estadual da Educação (Seduc), por meio da Diretoria de Inclusão, está realizando de 28 de março a 1º de abril, no auditório do Hotel Turim, em Palmas, o Curso Básico em Atendimento Educacional Especializado (AEE), com foco em Informática Básica, Transcrição Informatizada em Braille e nos programas Mecdaisy e Dosvox.

Desta primeira etapa, que terá 20 horas-aula, estão participando 45 cursistas, entre professores que atuam nas Salas de Recursos Multifuncionais, formadores de Ensino Especial, além de técnicos da Diretoria de Inclusão e das Diretorias Regionais de Ensino. A segunda fase do curso está prevista para acontecer no mês de outubro com a mesma carga horária.

Os programas Mecdaisy e Dosvox foram desenvolvidos pelo Núcleo de Computação Eletrônica (NCE) da Universidade Federal do Rio de Janeiro em parceria com o Ministério da Educação (MEC), e são utilizados para converter textos em áudio facilitando, assim, a inclusão digital das pessoas com deficiência visual.

Segundo o monitor do curso, professor Helder Gonçalves, especialista em Informática e Educação, o uso dos programas Mecdaisy e Dosvox em sala de aula vai auxiliar os professores na aplicação dos conteúdos. “Os alunos com deficiência visual muitas vezes têm dificuldade de acompanhar a turma. Com o Mecdaisy eles vão poder voltar ou avançar as aulas de acordo com suas necessidades” esclarece.

“A capacitação oferece o aprimoramento dos nossos conhecimentos e apresenta a melhor forma de trabalhar o programa na escola”, conta a professora Lucimar Maria. A educadora leciona para 14 estudantes na Sala de Recursos Multifuncionais da Escola Estadual Setor Sul, em Palmas. “Os alunos frequentam as aulas num período e no outro vão para a Sala de Recursos Multifuncionais, onde podem ter uma melhor compreensão, principalmente da leitura, alternando o uso dos computadores e dos livros em Braille”, explica Lucimar.

No Tocantins existem 163 Salas de Recursos Multifuncionais instaladas nas escolas da rede estadual e 214 professores que atuam na educação especial. Os estudantes com deficiência visual recebem, além do livro em Braille, as matérias em CD e um notebook em comodato. O computador fica em posse do aluno até o término do ciclo de estudos, Fundamental ou Médio, e após esse período é repassado para que outro estudante possa utilizá-lo. Os programas Mecdaisy e Dosvox estão disponíveis para download gratuito na internet nos sites: http://relink.ws/dVcb e http://relink.ws/eVcb.

Fonte: Assessoria de Imprensa/Seduc